Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Bom dia colegas não poderia de deixar passar nossa comemoração e homenagear nossos colegas, dai apresentar este texto, produzido a algum tempo :-

AGRONOMO  ? !  -  QUE TIPO DE HOMEM ÉS TU ? !

  • MENINO APRENDIZ , que se encantou observando seu pai , de quem sempre foi fã , na ciência cabocla e dedicação amorosa no manejo da terra , que pensava sempre a quantos iria alimentar naquele dia ? ! E a quantos alimentaria amanhã .

 

  • ADOLESCENTE CRIATIVO, que não foi um brilhante manipulador dos brinquedos e inovações tecnológicas , mas orgulhava-se e gostava de saber pilotar um trator , regular seus implementos , alimentar os animais , cuidar da horta e das mudas, ficando muito mais animado num baile com quadrilha junina do que ir a discotecas ou a festas e badalações funks ou raps .

 

  • JOVEM ADULTO , amante de esportes , e vaidoso com seu físico , mostrou já a esta altura, sua paixão e o interesse pelas ciências da sua origem agrária , e ciente de suas restrições e do sacrifício do seu estudo na economia – familiar , então esforça-se para ingressar na Escola Publica , e mesmo deslocado do seu “seu habitat” não se deixa corromper pelo urbanismo marginal , sendo um vitorioso na concorrência a faculdade pois é dono da humildade e da gabaritada competência .

 

  • UNIVERSITÁRIO ESTUDIOSO , em cada matéria assombra o mestre com respostas extra-acadêmicas , ligando seus novos conhecimentos as sua observações juvenis do dia-dia no campo aprendidas com seu pai , e agora evoluindo e mais complexos proferidos pelos professores . Indeciso em sua especialização, observa a vastidão desta ciência que vai desde a matemática e física a biologia e química mas a cada matéria concluída entusiasma-se e afirma esta será minha especialidade 

 

  • PROFISSIONAL AGRONOMO, agora só , e um tanto inseguro , quer mostrar a si próprio o seu desempenho , procura sua colocação no mercado , e ainda não sabe mas trás na bagagem um predicado mais valioso, que não está no currículo , que é o que de mais puro ficou da base familiar cabocla , onde por mais competência profissional que desempenhe , o que menos importa é o ganho financeiro mas sim aquela idéia de seu pai ; a quantos vamos poder alimentar hoje ? E a quantos vamos alimentar amanhã?

 

  • SENIL HOMEM AGRONOMO , hoje realizado ,não é e nem ficou rico mas cumulou outros tipos de riquezas como muitos amigos e admiradores e ficou a certeza de que contribuiu com a sociedade brasileira ,não em um planinho execrável e esdrúxulo de governo , mas com a real riqueza do nosso País que é, e continuara sempre a ser a Agricultura , e os Agronegócios. Sendo a base adquirida pelo pai e agora transferida ao filho e neto, o agricultor dos agronegócios brasileiros.

 

  • Esta crônica de forma alguma pretende ser uma exaltação vaidosa, mas sim uma referencia aos jovens, que do campo pretendem ingressar na carreira agronômica.

 

  • AGRONOMO – MANOEL JOSÉ SANT´ANNA R.Bahia nº27 Centro  Catanduva / SP –Fone (17) 3524.1174

Exibições: 20

Responder esta

© 2019   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo