Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

OBJETIVOS DO 4º FNEA - FORUM NACIONAL DE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS

AS CONVERSAS, SOBRE OS OBJETIVOS DO FNEA INICIADAS E NÃO CONCLUIDAS, CONTINUARÃO DURANTE A REALIZAÇÃO DO 4º FNEA NOS DIAS 26 E 27 DE SETEMBRO DE 2011, EM FLORIANOPOLIS, SC.

O FORUM NA REDE SOBRE EMISSÃO DE RECEITUARIO AGRONOMICO POR TECNICOS AGRICOLAS REFORÇA A NECESSIDADE DE DEBATER A ORGANIZAÇÃO DOS ENGENHEIROS AGRONOMOS

 

TRANSCREVO, PARA CONTINUARMOS O DEBATE, AS QUESTÕES INICIAIS ABORDADAS.

 

MAURICIO DUTRA GARCIA -  01 de abril de 2011 09:55

Assunto : REDE - ARTICULAÇÃO - ORGANIZAÇÃO - OBJETIVOS - DECISÕES

Da minha parte não tem problema colocar minhas opiniões na rede agronomia.

Quero enfatizar que, embora o FNEA seja um espaço de discussão dos assuntos da categoria, penso que o assunto predominante no momento é nossa organização em uma estrutura nacional, que pode ser a CONFAEAB ou não. Por isso a discussão.

Att Mauricio Garcia/DF

 

JORGE ANTONIO - quinta-feira, 31 de março de 2011 19:39

Assunto: REDE - ARTICULAÇÃO - ORGANIZAÇÃO - OBJETIVOS - DECISOES

Prezados/as Companheiros/as

Dividi esta mensagem em 5 partes:

1-REDE AGRONOMIA  2-ARTICULAÇÃO NA REDE PRODUZ RESULTADOS

3-ORGANIZAÇÃO 4-OBJETIVOS DO FNEA  5-DECISÕES DO FNEA

 

1- REDE AGRONOMIA

Primeiramente quero propor que esta discussão seja feita dentro do Grupo FNEA na Rede Agronomia, pois é bem melhor do que através dessa troca de e-mails, e estaremos utilizando as novas ferramentas que são úteis para a troca com a nova geração.

Nesse sentido solicito autorização para incluir as opiniões de todos e que todos cultivem o hábito de acessar a Rede periodicamente e deixar sua contribuições dentro do grupo FNEA. Os que já estão cadastrados é só acessar e incluir suas opiniões. Os que ainda não se cadastraram, cadastrem-se. Agindo assim já estaremos promovendo o início da articulação e da nossa organização, que estamos discutindo, e assim estaremos compartilhando com mais cabeças as nossas preocupações e opiniões.

Reitero aqueles que ainda não acessaram Rede Agronomia, busquem acessa-la para perceber que diversas conversas e debates sobre vários temas estão sento feitas no ambiente da Rede Agronomia. Já são cerca de 1800 engenheiros agrônomos e estudantes de agronomia presentes na Rede Agronomia.

Endereço da rede para quem não se cadastrou: http://agronomos.ning.com/

Endereço do FNEA na Rede Agronomia: http://agronomos.ning.com/group/fnea

2-ARTICULAÇÃO NA REDE PRODUZ RESULTADOS

O CURSO SOBRE GRAMADOS ESPORTIVOS que o CREA-BA está realizando neste momento, 28/abril/2011, foi possível através da articulação construída na Rede Agronomia.

Por este motivo penso em incluir nossas conversas na Rede, no Grupo do FNEA, para além de divulgar abrir espaço para também ouvir opiniões e mobilizar os engenheiros agrônomos e estudantes de agronomia presentes da Rede em torno do assunto.

3- ORGANIZAÇÃO

Prezados companheiros não discordo do Vivaldo e do Mauricio em relação à necessidade de organização política da categoria. Apenas, estamos pensando diferente sobre a melhor forma de buscar essa organização. Não estamos substituindo ou deixando de substituir o CBA, estamos buscando a nossa organização.

Entre nós, a maioria tem manifestado a idéia de que a abordagem diversos temas é fundamental e necessária, pois torna possível debatermos e avaliarmos a relação existente entre a atuação e a organização profissional. Estas questões não estão dissociadas. Estamos conversando há algum tempo sobre isso.

Os objetivos do FNEA são claros e transcrevo abaixo para releitura. Os OBJETIVOS foram discutidos no 1º FNEA (2005) e as DECISÕES aprovadas no 2º FNEA (2007).

Avançando na organização do FNEA estaremos acumulando forças para embates posteriores. Nada impede que sejam rediscutidos os Objetivos e as Decisões do FNEA durante o 4º FNEA. Durante esta nossa discussão, nos habituemos a consolidar as opiniões e debatermos durante o 4º FNEA.

Veja abaixo os OBJETIVOS e as DECISÕES do FNEA

Abraços - Jorge Antonio - AEARJ – FNEA

1º FÓRUM NACIONAL DE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS

1º FNEA – RIO DE JANEIRO – 19 e 20  DE MAIO DE 2005

4- OBJETIVOS DO FNEA

1- Espaço de discussão nacional, de cunho técnico e político, da categoria que possibilite a discussão democrática de questões gerais da agricultura brasileira e questões específicas da Agronomia, a discussão de temas atuais, voltados para o interesse da sociedade, possibilitando a participação, de forma organizada, dos engenheiros agrônomos, a discussão dos princípios e idéias diferenciadas e dos comprometimentos da categoria com a sociedade.

2- Aprofundar a discussão sobre o papel do engenheiro agrônomo na sociedade brasileira e o seu relacionamento com os demais segmentos da sociedade.

3- Buscar a reconstrução do movimento nacional dos engenheiros agrônomos, contemplando as visões diferenciadas existentes no âmbito da categoria.

4- Buscar a valorização profissional. Recuperar o prestígio e o reconhecimento da categoria junto à sociedade.

5- Buscar colaboração e a participação dos Crea`s, Câmaras de Agronomia, Associações Estaduais, Regionais e Municipais de Engenheiros Agrônomos, Sindicatos, Instituições de Ensino e de Entidades Estudantis de Agronomia.

6- Fomentar a organização da categoria em todos os estados, estabelecendo pautas aprovadas de forma participativa, implementando propostas aprovadas democraticamente, mobilizando entidades na discussão nacional da agropecuária brasileira e na consolidação de metas e objetivos comuns a nível nacional.

7- Reduzir o distanciamento da categoria organizada com as instituições de ensino, de extensão, de pesquisa e com as ong`s.

8- Integração dos engenheiros agrônomos com as Escolas de Agronomia e com os estudantes de Agronomia (futuros profissionais), objetivando a necessária renovação de quadros e lideranças, que possibilite a revitalização das entidades representativas dos engenheiros agrônomos.

5 - DECISÕES DO 2º FÓRUM NACIONAL DE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS

2º FNEA – RIO DE JANEIRO – 13 e 14  DE AGOSTO DE 2007

1- FÓRUM NACIONAL DE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS SEJA PERMANENTE.

2- A Coordenação Nacional do FNEA COMPOSTA E AMPLIADA com representantes dos diversos estados.

3- COMPLEMENTAR OS OBJETIVOS DO FNEA, objetivando sua divulgação e dar seguimento à articulação com os demais segmentos da sociedade.

4- APROXIMAÇÃO COM O CONFEA ampliando a discussão, elaboração e formalização de um projeto de mobilização e articulação da agronomia no cenário nacional que contemple todas as questões e proposições aprovadas no 2ºFNEA.

5- REALIZAR REUNIÕES DO FÓRUM NACIONAL nos espaços/eventos que acontecem em todos os estados, com agrônomos e estudantes locais.  Ampliar a coleta de contatos de Eng. Agrônomos e estudantes nestes eventos.

6- Viabilizar a participação de representantes da Coordenação do FNEA nos eventos estaduais, regionais e nacionais, PAUTANDO SEMPRE a questão da Organização Profissional, Integração Institucional e Articulação com os Movimentos Sociais.

7- IDENTIFICAR APOIADORES NOS ESTADOS para desdobramento da pauta aprovada no 2º FNEA.

8- PROMOVER ARTICULAÇÃO em cada estado COM OS ESTUDANTES visando a renovação das lideranças e mobilização para o FNEA.

9- Promover a mobilização dos agrônomos nas instituições em cada estado, com base na discussão sobre a necessidade de reverter o desmonte sucateamento das instituições, que acontece em todos os estados, e especial nas instituições de assistência técnica e extensão rural, ambientais e de pesquisa agropecuária.

 

 

MAURICIO DUTRA GARCIA - Em 31 de março de 2011

Certo, por outro lado não devemos substituir o CBA, que trata de temas técnicos e de organização. Entendo que, nesse momento, o FNEA deve-se ocupar, preferencialmente, dos temas de organização da categoria. Vejam como os E.A. estão ocupando espaços no CONFEA, inclusive com a probabilidade, elevada, de eleger o próximo presidente do CONFEA. Enquanto isso a CONFEAB fica entregue às baratas. Temos que progredir nisso.

Abc Mauricio Garcia/DF

 

FELIPE BRASIL - terça-feira, 29 de março de 2011 18:04

Assunto: FNEA NÃO É CONFAEAB - PROGRAMA DO 4 FNEA - DEFINIDA A DATA

Prezados, Gostaria de me posicionar como membro fundador do FNEA e na época Presidente da AEARJ, tendo participado de seus dois primeiros encontros. O companheiro Jorge Antônio esclareceu bem quais os reais objetivos do FNEA (Anexo) e por isso, em email anterior apresentei uma proposta/tema para contribuir com o conjunto de temas pré definidos para o Fórum (Documento Anexado pelo Jorge em Mensagem anterior).

Venho acompanhando a forma como a CONFAEB vem atuando nos últimos 10 anos (2 mandatos Presidente da AEARJ e como Conselheiro da AEARJ - Atual), e entendo a preocupação dos colegas em relação a organização da Categoria e a discussão politica-profissional no atual Cenário Brasileiro. Entretanto, não podemos diminuir as reais intenções deste tão importante Fórum Nacional e nos limitarmos a apenas estas questões. Acredito que teremos espaço para inclui-las como o Jorge colocou, em uma mesa ou em parte do Fórum sem prejuizo as pro postas dos companheiros Mauricio e Vivaldo.

Prezado Jorge, gostaria de contribuir para a organização do FNEA e enriquecimento dos debates. Saudações, Felipe Brasil

 

JORGE ANTONIO escreveu:

Prezados companheiros

VAMOS REALIZAR O 4º FNEA, nos dias 26 e 27 de setembro de 2011.

Vejam: Objetivos do FNEA e Propostas aprovadas no 2º FNEA, em anexo.

Prezados, não podemos continuar pensando desta forma. Não podemos continuar batendo na mesma tecla. O FNEA não foi criado para ficarmos a reboque das atuais cabeças que estão a frente da Confaeab.

Os Objetivos do FNEA discutidos e aprovados anteriormente, estão anexados, para lembrar a todos.

Para nos organizarmos temos que mostrar conteúdo e discussão sobre as questões agrícolas e ambientais que preocupam os engenheiros agrônomos.

Ao mostrarmos a diferença poderemos mobilizar novas lideranças.

Em Cuiabá deixamos de debater este tema, pois fomos pautados pela eleição da CONFAEAB e as conseqüências do processo eleitoral. Ficamos a reboque de um processo que não tem fim. Os companheiros devem perceber que não mudarão com sonhos o pensamento daqueles que estão a frente da CONFEAB.

Não podemos simplesmente repetir a reunião de Cuiabá, que ao invés de discutirmos temas nacionais importantes, tivemos que nos limitar a ficar repercutindo os problemas eleitorais com a direção da CONFEAEB. Muito pouco!

Outro problema é que, esta dúvida que persiste na cabeça dos companheiros, contamina os oportunistas de plantão. Observamos recorrentemente que sempre, no meio do caminho, alguns, que dizem estar no nosso campo, terminam em compor seus interesses pessoais e o movimento fica pelo meio do caminho.

O objetivo de alguns é apenas conseguir um cargo na direção da Confeab ou no sistema buscando resolver assim seus problemas pessoais e regionais. Esta situação já perdura há 12 anos.

A reunião sobre alteração do estatuto da Confeab,  durante o encontro de lideranças em Brasília, já mostrou que nada avançou e mostrou o que pensam os atuais dirigentes da Confeab sobre nossas preocupações. Foram muito claros ao falarem que “temos que ganhar a Confaeab deles e pararmos de ficar chorando”.(Pa.. bo.. enten.. me.. pa.. bas.!)

Não queria ir nesta reunião da Confaeab,  fui na reunião, acompanhando o presidente da AEARJ, mas era melhor não ter ido. Já sabia do resultado anos antes. Desculpem-me não quero ficar batendo na mesma tecla, nem passar atestado de inocente ou de bobo.

Vamos debater varias questões que se entrelaçam no 4º FNEA. A discussão sobre o FNEA está presente em uma das mesas redondas previstas, sob o tema ORGANIZAÇÃO PROFISSIONAL E MERCADO DE TRABALHO, mas a discussão sobre ORGANIZAÇÃO também está presente nos demais temas sugeridos.

Os demais assuntos também são pertinentes a organização profissional e política da categoria, pois os engenheiros agrônomos não estão atuando fora do contexto real da sociedade.

Vamos organizar o 4º FNEA e fazer discussão política de alto nível, mobilizar lideranças nos estados, para identificar se é possível renovar o movimento da Agronomia.

Jonas Dantas já confirmou com Raul Zucatto que podemos realizar o 4º FNBEA nos dias 26 e 27 de setembro.

Vamos realizar o 4º FNEA nos dias 26 e 27 de setembro de 2011.

Continuemos esta discussão na Rede Agronomia dentro do GRUPO FNEA, pois vou sistematizar as sugestões e preocupações e levar para o 4º FNEA.

INFORMANDO - A REDE AGRONOMIA JÁ ESTÁ COM CERCA DE 1800 CADASTRADOS, PROMOVENDO A INTERAÇÃO ENTRE  PROFISSIONAIS E ESTUDANTES E DEBATENDO DIVERSAS QUESTÕES NOS RESPECTIVOS GRUPOS DE TRABALHO. Grande abraço , Jorge Antonio, AEARJ / FNEA

 

JOSÉ VIVALDO MENDONÇA - 26 de março de 2011 00:16,

Prezados,  Quero fazer coro as observações enviadas por Maurício. No meu entendimento o FNEA deve cumprir um papel estratégico na organização política da categoria.

Adentrarmos em debates que diluam esta necessidade de organização só ajuda na dispersão. Precisamos focar em estratégias de organização política, fortalecimento das Associações Estaduais, posicionamento em agendas parlamentares urgentes e mesmo adentrar no debate do processo sucessório do CONFEA, quiçá com a realização de uma mesa redonda com os pré-candidatos. Precisamos otimizar nosso tempo e construir documentos que ajudem a referenciar a categoria, é o grande momento de pautarmos os debates.

Os temas ligados a biodiversidade, mudanças climáticas, análise conjuntural da economia agropecuária, agroenergia, etc.. certamente será pauta do CBA e de outros espaços na própria SOEAA. Vamos conversando! Abraços, Vivaldo

 

MAURICIO DUTRA GARCIA - 25 de março de 2011

Olá Jorge, acho que o FNEA não cumpre seu papel com esse temário. Imagino o FNEA como alternativa de organização da categoria. Posso estar enganado, mas a programação tá mais pra congresso de agrônomo do que Fórum . Abç Mauricio

 

JORGE ANTONIO escreveu:

Assunto:PROGRAMA DO 4 FNEA - : Informações da Reunião da SOEAA

Prezados/as, Encaminho os temas definidos para o 4º FNEA.

Foram definidos os 5 temas do 4º FNEA.

1- ANALISE DA AGRICULTURA BRASILEIRA (ATER, Segurança Alimentar, Agronegócio, Agricultura Familiar)

2- FORMAÇÃO – ARTICULAÇÃO SISTEMA/ESCOLAS/ENTIDADES/GOVERNO

3- ORGANIZAÇÃO PROFISIONAL E MERCADO DE TRABALHO (CREA-SENGE-AEAS–FNEA)

4- MUDANÇAS CLIMÁTICAS E BIODIVERSIDADE

5- AGROENERGIA

Datas de realização:  26 e 27 de setembro de 2011  (26 segunda-feira - 27 terça-feira )

A SOEAA inicia no fim da tarde do dia 27; O 4º FNEA será nos dias 26 e 27 de setembro,

Realizaremos três mesas redondas, no dia 26/09/2011, e duas mesas redondas no dia 27/09/2011. Atenciosamente,  Jorge Antonio AEARJ/FNEA

 

KLEBER S SANTOS - 25 de março de 2011 09:47

Assunto: ATENÇÃO: Informações da Reunião da SOEAA

Jorge e demais Amigos, Sugiro que você encaminhe proposta de programação e organização do IV FNEA, sob prazo de resposta, para consideração de lideranças da Agronomia. A todos informo que participamos da Comissão Organizadora da 68ª SOEAA e gostaríamos de encaminhar as melhores propostas para o fortalecimento da categoria Agronômica. Temos grande oportunidade em mãos!! Kleber Santos.

 

 

HELENA ARAUJO -  24/03/2011 17:41

Assunto: Informações da Reunião da SOEAA

Vivaldo, É importante pautarmos bem o FNEA. Ele acontecerá após o CBA quando já se terá algumas definições, inclusive sobre os rumos da Confaeb.

E uma discussão política e esse é o maior objetivo do Forum.

Para a política de Ater nos moldes da Pnater, há uma necessidade urgente de nos posicionarmos e exigir o cumprimento/regulamentação da Lei - observados as especificidades de cada Estado. É importante se ter um posicionamento té cnico e se traçar estratégias políticas de ação. Um dia para cada evento é perfeito.  Helena Araújo.

 

JOSÉ VIVALDO MENDONÇA - Em 22/03/2011 22:47

Caros,  Acredito que temos como realizar os dois durante a SOEAA. De fato precisamos organizar bem a discussão no FNEA para que possamos encaminhar nossa agenda de reorganização nacional. Este ano teremos ainda o CBA, que naturalmente está sendo construído para o debate vazio, sem encaminhamentos políticos. Certamente o FNEA cumprirá este papel, de politizar e qualificar o debate. Vamos em frente! Abraços Vivaldo

 

MAURICIO DUTRA GARCIA - Em 21 de março de 2011

Ótimo, qto mais nos organizarmos, melhor.  Att Mauricio Garcia/DF

 

LUIZ RODRIGUES FREIRE - 20 de março de 2011 17:41

Assunto: Informações da Reunião da SOEAA

Caríssimos, boa tarde. Não vejo conflitos em programar o Fnea e o Fórum sobre a Extensão Rural: enquanto o Fnea terá como público essencialmente Engenheiros Agronomos, o outro evento é mais abrangente, para atrair a atenção do Sistema como um todo. Considero possível a realização de ambos. Cordialmente, Luiz Freire

 

KLEBER S SANTOS - 20 de março de 2011

Prezados,  A propósito gostaria de citar o IV FNEA, de vez que precisamos pensar na realização do mesmo, inclusive como espaço para discussão dos temas da Agronomia. Informo que sábado, Jorge Antonio (RJ) procurou-me comunicando que o Crea-SC disponibilizaria espaço para o FNEA. ENFIM: precisamos todos falar a mesma língua e unir pensamentos.

Kleber Santos.

 

LUIZ RODRIGUES FREIRE - 16/03/2011

Caríssimos, boa noite. É fundamental que ocupemos todo o espaço político disponível mas, evidentemente, com assuntos cuja abordagem demonstre que a Agronomia está sintonizada com as aspirações e necessidades de sua atuação nacional.

Considero que a questão da assistência técnica pública e, mais expressivamente, da Extensão Rural deva merecer a realização do Forum paralelo da Soeaa. Quando nos defrontamos com o problema, infelizmente já classicamente cr�?nico, da distância entre a geração do conhecimento e sua aplicação prática, o mecanismo mais adequado para amenizá-lo  (na verdade, gostaria de escrever superá-lo, mas a realidade não permite tanto) está na utilização plena dos instrumentos da Extensão Rural.

Como o tema da Semana será Pesquisa e Inovação Tecnológica visando o Desenvolvimento Sustentável, o tema do Fórum paralelo poderia ser  A Extensão Rural como Instrumento para a Implementação do Progresso Tecnológico. A coordenação caberia ao colegaJonas Dantas, não pelo cargo que ocupa mas por seu conhecimento sobre o tema e os palestrantes poderão ser os Ministros do Desenvolvimento Agrário e da Agricultura.

Evidentemente, a proposta acima está sendo apresentada para sua apreciação crítica e aperfeiçoamento, caso mereça a concordância dos colegas.

Cordialmente,

Luiz Freire

 

JOAO SEBASTIAO DE PAULA ARAUJO -  16 de março de 2011

Prezados, encaminho informação abaixo, solicitando que colaborem com propostas estruturas para que possamos ocupar e garantir espaços para a Agronomia Nacional.

Aguardo contribuições!

Prof. João Sebastião de Paula Araujo

Engenheiro Agronomo, Ph.D.

Coordenador do Curso de Agronomia - UFRRJ

Coordenador Nacional da Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Agronomia - CONFEA/CREA

 

 

Exibições: 123

Responder esta

© 2019   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço