Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Informação

GRAMADOS ESPORTIVOS

Grupo destinado à discussão sobre a importância dos Gramados Esportivos e do Eng Agrônomo, como profissional responsável pelos projetos, execução e manutenção dos mesmos (Campos de Golf, Campos de Futebol, Pólo, Bowls, tenis, etc)

Membros: 201
Última atividade: 10 Jun

PROFISSIONALIZAÇÃO

É impressionante como ainda vemos hábitos errados, porém arraigados, na construção dos gramados esportivos, principalmente os de futebol. Solos argilosos, terra vegetal, manilhas porosas, material orgânico de procedência duvidosa, irrigação errada, etc., são alguns exemplos destes usos tão nefastos à qualidade dos gramados nacionais.

Ainda há leigos e até profissionais que trabalham para empresas, clubes, prefeituras e governos estaduais, utilizando materiais e hábitos inteiramente defasados em construção, reforma e manutenção de gramados de futebol.

Embora haja no Brasil profissionais com expertise e know-how em gramados esportivos, o que vemos, via de regra, é a cópia de projetos e práticas inteiramente defasadas que não só contribuem para termos péssimos gramados, como prejudicam mesmo a qualidade geral dos mesmos. Tudo isto sob a desculpa do “menor custo” (licitações Municipais e estaduais).

 

Com a chegada dos grandes eventos esportivos no Brasil, empresas e profissionais estrangeiros se aproximam com projetos e soluções instantâneas. . . Muitas vezes sem visto de trabalho no País, sem reconhecimento de diploma de graduação ou registro no sistema CONFEA/CREAs... Ou seja, sem haver nenhum tipo de responsabilização se algo ocorrer de errado! Pois sem visto de trabalho, sem registro de ART, que tipo de responsabilização pode haver???


Mas, na verdade, o que falta é profissionalismo e conhecimento de causa aos gestores/administradores de Estádios e CTs na condução dos processos de construção, reforma e manutenção dos campos de futebol, para que se obtenha o melhor custo (e não necessariamente o menor). Isso se dá porque há um viés político muito explícito, na ocupação desses cargos.

Projetos bem dimensionados, com materiais e práticas modernas de construção e manutenção, contribuem para a alta qualidade final de um gramado esportivo, bem como para sua durabilidade elevada, dentro dos modernos conceitos de sustentabilidade. E é atribuição do Eng Agrônomo atuar nessa área, desde o projeto, até à manutenção do gramado.


ARTUR MELO


Fórum de discussão

VII SIGRA

O VII SIGRA (Simpósio sobre Gramados) será realizado nos dias 9 e 10 de Junho, na cidade de Botucatu-SP. Informações e inscrições abertas no site: …Continuar

Iniciado por Thomas Fiore de Andrade 24 Mar, 2015.

Atribuição de Responsabilidade Técnica 4 respostas 

 A REVISTA do CREA-MS, publica em sua última edição (52), artigo que defende a Atribuição de Responsabilidade Técnica dos Gramados Esportivos ao Eng. Agrônomo, uma vez que dos profissionais do…Continuar

Iniciado por Artur Melo. Última resposta de rondinelle oliveira 25 Jul, 2013.

FALTA DE ESTRUTURA DO FUTEBOL CARIOCA 6 respostas 

O Técnico Campeão Brasileiro, Muricy Ramalho, reclama da falta de estrutura do Futebol Carioca, que vive do talento, sem que os Clubes façam os investimentos necessários em estrutura:…Continuar

Iniciado por Artur Melo. Última resposta de Márcio Bueno Morais 10 Jul, 2013.

Sombreamento no Gramado 2 respostas 

Achei interessante essa notícia em um site de notícias português sobre o estádio de Alvalade.O Arthur tinha já comentado sobre esse problema no Alvalade do sombreamento no lado sul, no curso de…Continuar

Iniciado por Tiago Rezende. Última resposta de Tiago Rezende 8 Abr, 2013.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de GRAMADOS ESPORTIVOS para adicionar comentários!

Comentário de Artur Melo em 2 maio 2010 às 17:31
Exato, Antônio, toda a sequencia de trabalhos, deve ser efetuada de acordo com a época do ano, por essa razão, nas estações de chuvas dimunuímos a irrigação, bem como, combatemos, no inverno, o "sereno" noturno, que propicia unidade na folha por mais de 12 horas, havendo a eclosão dos espóros fúngicos.
ARTUR MELO
Comentário de Artur Melo em 30 abril 2010 às 15:24
Gilberto,
O mais indicado é fazer um traço seco, de areia média, com condicionador de solo (5areia :1turfa estabilizada) e, se possível, corante verde.
Assim, regularize-se os buracos de jogo (causado pelo próprio movimento de tração das travas da chuteira no gramado), salvaguardando a integridade física dos atletas, ajuda-se na recomposição (fechamento) do gramado e, se usar o corante, não interfere com o visual do campo.
Dentro de uma manutenção programada, além do reparo dos buracos de jogo, deve-se fazer, periódicamente, coberturas com areia (Topdress) para renivelamento e combate do Tatch (colchão).
E, baseado em diagnose visual, época do ano, uso do campo e análise de solo, faz-se também, o programa de fertilização do gramado, com adubação foliar, adubação química (pronta liberação e slow realease) e orgânica.
Ficamos à sua disposição para troca de experiências e informações.
Abç,
ARTUR MELO
Comentário de Gilberto Laurentino Gomes em 30 abril 2010 às 14:07
A manutenção e recomposição do gramado também e muito importante, devidos aos buracos no gramado. O melhor a fazer e colocar areia e nivelar o gramado e posterior adubação química, evitando a contaminação do gramado com ervas daninhas. Fico a disposição para falar mais sobre o assunto
Comentário de Artur Melo em 26 abril 2010 às 19:03
É verdade, Oswaldo. Usamos os conceitos da USGA para drenagem de gramados esportivos. Até o COL os adotou nas suas recomendações para os gramados da Copa2014.
ARTUR MELO
Comentário de Osvaldo Barbosa em 26 abril 2010 às 14:02
Um dos elementos mais importantes em gramados esportivos é a drenagem. Diferentemente de drenagem agrícola, a drenagem de gramados para praticas esportivas deve possuir uma eficiencia de drenagem com respostas bem mais rapidas em caso de chuva forte. Coloco-me a disposição para abordar duvidas sobre este assunto.
 

Membros (201)

 
 
 

© 2020   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço