Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Neste ano de 2014, com uma seca atípica que está afetando toda a produção agrícola brasileira, a escassez de profissionais para atender os produtores e as seguradoras ligadas ao agronegócio está muito grande.

Somente nestas duas últimas semanas eu pude atender a pouco mais de 10% dos pedidos de trabalho enviados, dado o volume absurdo de comunicações de sinistro que vem ocorrendo, não somente no estado de São Paulo, mas como em todo o Brasil.

Ai eu me pergunto sempre.... tem um número grande de profissionais sempre procurando emprego, mas trabalho está sobrando em todo o país!

Exibições: 272

Respostas a este tópico

Só como comentário - eu sou Agrônomo, Regulador de Sinistros em diversos ramos (incluído agrícola) e Comissário de Avarias (Sinistro de transporte internacional), no passado fui Perito da Receita Federal em Portos como Perito Agrônomo, e agora estou com dificuldades de arrumar emprego na área de seguros...

Enio, na verdade a área de seguro agricola tem uma demanda de serviços por temporadas, além disso, em geral as empresas periciadoras são pequenas. Aqui em São Paulo, pelo menos para três seguradoras que eu atendo as maiores não passam de três profissionais trabalhando em sociedade. 

Assim, emprego, no stricto senso, de seu significado é um pouco difícil. No RS, há grandes empresas de periciamento, dado a frequencia de problemas climáticos que o estado enfrenta. Mas aqui em São Paulo em geral ocorrem são parcerias de safra, onde uma empresa faz parceria com profissionais para atenderem períodos de maiores demandas de serviços. Em geral esses períodos são maiores durante o início da safra de verão, quando os volumes de vistorias são grandes. Neste período de colheita em geral as demandas são menores, mas este ano de 2014 está sendo atípico.

Mas eu antevejo que para a safra 2014/2015 as demandas de serviço devam crescer exponencialmente, uma vez que por lei todas as operações de custeio deverão contar com a contratação de seguro. Além disso, com a entrada da CEF no mercado de credito rural, deverá levar a um crescimento ainda maior das operações.

Agora quanto a questão de dificuldade de emprego, como eu disse em um tópico que eu postei na página principal da rede, vc está em busca de emprego de carteira assinada ou em busca de trabalho remunerado?

Eduardo, bom dia

Colega, tenho família para sustentar, e minha preocupação é financeira, portanto agora tenho CNPJ. Estou aberto a parcerias, preciso remuneração... tem como me dar uma ajuda??

Agradeço antecipadamente ao colega/amigo...

Há alguma seguradora no estado do Ceará neste momento necessitando de profissional? Vc tem está informação que possa me passar?  

Antonio,

No Ceará especifcamente eu não sei. No começo do ao participei de um treinamento de uma seguradora em que ela apresentou as listas de empresas por região e eu observei que na região nordeste há pouquíssimas empresas periciadoras.

Na verdade a grande maioria das Seguradoras está baseada em São Paulo, que eu me recorde há somente três fora da Capital paulista, sendo uma em Porto Alegre, outra em Curitiba e outra em acho que é Recife.

Como eu coloquei numa discussão abaixo o ideal é buscar empresas periciadoras e tentar inicialmente trabalhar com elas. Geralmente elas contratam agrônomos temporários ou por demanda.

ANTÔNIO MOREIRA BARROSO NETO disse:

Há alguma seguradora no estado do Ceará neste momento necessitando de profissional? Vc tem está informação que possa me passar?  

Eduardo,

você tem a lista destas empresas periciadoras do ramo agrícola e raio de atuação?

Recentemente vi uma seleção para várias vagas em todo o país, até no Ceará, mas não especificava o nome da empresa, estava na plataforma do agroabase.

Tenho interesse na área, estou fazendo uma monografia de uma especialização e gostaria de abordar a temática, tentando criar um modelo de seguro atípico para a agropecuária do semiárido brasileiro, tendo em vista as grandes diversidades climáticas e ausência de seguradoras na região.

Agradeço pelas informações. 

Eduardo B. Teixeira Mendes disse:

Antonio,

No Ceará especifcamente eu não sei. No começo do ao participei de um treinamento de uma seguradora em que ela apresentou as listas de empresas por região e eu observei que na região nordeste há pouquíssimas empresas periciadoras.

Na verdade a grande maioria das Seguradoras está baseada em São Paulo, que eu me recorde há somente três fora da Capital paulista, sendo uma em Porto Alegre, outra em Curitiba e outra em acho que é Recife.

Como eu coloquei numa discussão abaixo o ideal é buscar empresas periciadoras e tentar inicialmente trabalhar com elas. Geralmente elas contratam agrônomos temporários ou por demanda.

ANTÔNIO MOREIRA BARROSO NETO disse:

Há alguma seguradora no estado do Ceará neste momento necessitando de profissional? Vc tem está informação que possa me passar?  

RSS

© 2019   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço