Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Informação

Perícias e avaliações

Quem se interessar por questões relacionadas a avaliações de imóveis rurais, perícias no âmbito da agronomia, perícias ambientais, divisão, partilha e demarcação de imóveis rurais, venham fazer parte deste grupo. 

Membros: 152
Última atividade: 18 Set

Curso de Perícias e avaliações de imóveis rurais

Olá, colegas engenheiros agrônomos,
Atenção para esta rara oportunidade. Será realizado, pela Associação dos Engenheiros Agrônomos de Araguaina, no período de 22 a 26 de outubro/2012, um curso de 40 horas-aula, sobre "PERÍCIAS E AVALIAÇÕES DE IMÓVEIS RURAIS", nos moldes preconizados pela NBR 14.653-3. O curso incluirá 8 horas de aula de campo, para vistoria de dois imóveis rurais e levantamenteo de dados internos e externos. Outras 8 horas de aula prática serão realizadas na sala de aula e dedicadas a tratamento dos dados levantados no campo, cálculo dos fatores de homogeneização dos atributos dos imóveis (terras, água, benfeitorias, dimensão, localização, forma geométrica, fator de posse, valor em marcha, etc.), para proceder à comparação entre os imóveis, de acordo com o "método comparativo de dados de mercado".
As outras 24 horas-aula serão dedicadas a temas relacionados à fundamentação técnica e elaboração do laudo e parecer, legislação e ética profissional, legislação agrária em geral, legislação específica que rege o objeto da perícia, normas técnicas e instruções normativas.  Também serão abordados os outros principais métodos de avaliação de imóveis rurais, danos causados às áreas remanescentes, em razão de desapropriação parcial, cálculos de lucros cessantes, atualização de valores passados e futuros, métodos de depreciação, etc.
Os interessados podem entrar em contato com o engenheiro agrônomo José Wilson: jwilce@bol.com.br ou (63)9987-1023.
Peço, por gentileza, que divulgue este cursos entre os seus amigos engenheiros agrônomos.   
SDS.
Eliezer

Fórum de discussão

Incêndio em área rural 4 respostas 

Prezados colegas, boa tarde!Estou com uma dúvida e talvez alguém possa me ajudar. Se uma pastagem pegar fogo e  esse fogo chegar até os confrontantes. Se não for possível determinar quem pôs fogo na…Continuar

Iniciado por João Cláudio Penteado Manente. Última resposta de Eduardo B. Teixeira Mendes 8 Jan, 2016.

Duvidas sobre pericias e avaliações judicias 12 respostas 

Gostaria de saber como funciona as pericias e avaliações  judicias,Se e preciso algum curso especial?Se a algum documento padrão?Quais os dados são indispensáveis? A remuneração e atrativa, como e…Continuar

Tags: avaliações, judicias, e, pericias, sobre

Iniciado por Igor Madruga de Oliveira. Última resposta de Orranes Gonçalves Fernandes 30 Set, 2015.

Custos de reposição de benfeitorias não produtivas, no contexto das avaliações de imóveis rurais 4 respostas 

A NBR 14.653-3 recomenda  que as benfeitorias não produtivas devem ter seus valores obtidos através de seus custos de reposição, isto é, deve-se apresentar um orçamento analítico sobre a benfeitoria…Continuar

Iniciado por nelson moreira de andrade. Última resposta de nelson moreira de andrade 20 Jul, 2013.

cerca de divisa 4 respostas 

olá, alguém poderia me dizer quanto a responsabilidade de manutenção de uma cerca de divisa entre 2 propriedades? Existe algum instrumento legal que discipline isto ou fica de comum acordo entre as…Continuar

Iniciado por Hemerson Fernandes Calgaro. Última resposta de Hemerson Fernandes Calgaro 27 Mar, 2012.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Perícias e avaliações para adicionar comentários!

Comentário de Marcos Falcade de Oliveira em 2 janeiro 2016 às 13:40

Boa Tarde Amigos, estou tendo um problema referente a elaboração de laudo de dano causado a culturas, alguém teria um modelo para me passar? oque se passa é que animais de um produtor invadiu uma lavoura de banana e destruiu grande parte da cultura, e preciso fazer o laudo para apresentação em processo judicial, mas não tenho experiencia neste setor nem um modelo, alguem poderia dar uma dica ou passar um modelo deste laudo? desde ja  agradeço e um bom ano a todos!!

Comentário de Orranes Gonçalves Fernandes em 1 outubro 2015 às 0:45

Boa noite Dr. Eliezer Furtado,

Tenho pesquisado sobre a área de pericia e pude observar o quanto o Sr. é um ponto de referencia para tal tema, além de sua luta e orgulho pela classe de Eng. Agrônomo, assim como eu me orgulho.

Gostaria de saber se tem previsão de abertura de curso ainda para esse ano, pois estou ansioso para começar a saber mais sobre tais assuntos (jé entrei em contato por e-mail solicitando a compra dos livros).

Desde ja grato pela atenção, e parabenizando mais uma vez pelo seu trabalho e excelente profissionalismo que serve de espelho para nós que estamos iniciando a carreira agora. 

Comentário de Eoroclito Antonio Tesseroli Neto em 26 fevereiro 2015 às 21:25

Prof. Eliezer,

Muito obrigado pela orientação.

Abraços.

Comentário de Eliezer Furtado de Carvalho em 24 fevereiro 2015 às 22:03

Boa noite, Márcio Mesquita,

Como vc pretende adquirir alguns livros e se informar mais sobre perícias no campo da agronomia, não deixe de ver o conteúdo dos livros de minha autoria no blog: eliezer space blog. 

Neste mesmo blog vc encontra o conteúdo de quatro módulos de cursos sobre perícias de agronomia, dos quais vc poderá participar em futuro próximo, seja pela CONFAEAB, seja por outra instituição.   

Comentário de Márcio Mesquita Barros em 24 fevereiro 2015 às 21:11

Obrigado, Eliezer. Entrarei em contato com a instituição indicada. Ademais, estarei adquirindo algumas bibliografias para iniciar os estudos.

Comentário de Eliezer Furtado de Carvalho em 24 fevereiro 2015 às 13:35

Olá, Márcio,

Ao dar-lhe as boas vindas ao grupo "Perícias e avaliações rurais", quero expressar a minha satisfação em saber do seu interesse em se especializar para atuar na área de perícias de agronomia. Trata-se de um campo vasto e diversificado de trabalho para os engenheiros agrônomos, que, por falta de profissionais preparados, tem sido negligenciado pelas faculdades e pelas nossas entidades de classe. E essa nossa ausência, causada principalmente pela omissão das nossas entidades de classe e das universidades tem servido de pretexto para que outras profissões não habilitadas invadam o mercado de trabalho específico do engenheiro agrônomo. Existe neste momento duas possibilidades para você participar de curso sobre perícias no campo da agronomia: a) por meio da AEAARP - Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Ribeirão Preto; e b) por meio da CONFAEAB. Nestas duas entidades estamos em tratativas, mas as datas de realização dos cursos estão pendentes de agendamento. Sugiro que vc entre em contato com tais entidades e manifeste seu interesse em participar de cursos nesta área.

Sugiro também que visite o meu blog: eliezer space blog, para ter mais detalhes sobre os cursos.  

 

Comentário de Márcio Mesquita Barros em 24 fevereiro 2015 às 2:34

Boa noite. Gostaria de saber onde posso realizar cursos, de preferência presenciais, de Perícia e Avaliações de Imóveis Rurais. Pois na falta de qualificação dos colegas Agrônomos da região onde moro, fui convidado a fazer parte de uma perícia rural e como não tenho experiência na área gostaria de aprender e entrar nesse ramo.

Comentário de Eliezer Furtado de Carvalho em 12 fevereiro 2015 às 11:50

Olá, Eoroclito,

Para avaliação de cultura de erva mate, ainda que seja de vegetação natural, o método mais adequado e mais utilizável é o do valor econômico (Ve) da cultura.

Por se caracterizar como cultura permanente, com previsão de várias colheitas anuais futuras, aplica-se ao caso a fórmula do cálculo do valor atual de uma série uniforme de rendimentos líquidos futuros, conforme descrito no item 3.3, página 89, do livro "Perícia agronômica: elementos básicos", 2ª edição (ou página 85, da primeira edição).               

Assim, o valor da indenização pela área diretamente atingida pela faixa de LT é calculado pela seguinte expressão:            

Va = R [(1+i)n - 1/ i (1+i)n], onde:

                                    Va = valor atual de uma série uniforme de rendimentos futuros;

                                    R   = renda líquida de cada período; (anual)

                                    i    = taxa de capitalização da renda;

                                    n   = número de períodos (máximo de 15 anos).     

Comentário de Eliezer Furtado de Carvalho em 18 novembro 2014 às 9:12

Os casos que conheço, envolvendo esse tipo de expropriação (confisco), por uso ilícito da propriedade de imóvel rural, ocorreu o confisco de todo o imóvel. Também verifica-se que não importa se a atividade ilícita seja realizada por terceiros e/ou sem o conhecimento do proprietário. Em qualquer hipótese, ele, o proprietário, é o responsável pelo zelo do imóvel e pelo cumprimento da função social da propriedade, ainda que em pequena parte do imóvel. Pois, o direito de propriedade sobre o imóvel não é absoluto. Veja o que diz o art. 186 da Constituição Federal.    

Comentário de João Ferreira da Silva Junior em 17 novembro 2014 às 23:30

Concordo com Dr. Eliezer, que não nos cabe questionar no processo a ilicitude do fato, minha intenção é saber a tendência jurisprudencial, diante da análise pericial, haja vista a desproporcionalidade do ato expropriatório em muitos casos.

 

Membros (152)

 
 
 

© 2018   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo