Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Começaram ontem à noite as aulas do curso online grátis Processamento Digital de Imagens com QGIS, ministrado pelo Professor e Geógrafo Jorge Santos, no portal Instituto Geo Sem Fronteiras.

Por já ter participado em Outubro de 2017 do Curso Licenciamento Ambiental com QGIS, no mesmo portal, eu o recomendo.

Aqui na Rede Agronomia se discute muito a questão da valorização profissional e, sendo a atualização do currículo uma das bandeiras desse movimento, sugiro que os colegas embarquem nessa plataforma (do Geoprocessamento). Motivo não falta: Cadastro Ambiental Rural, agricultura de precisão, aerofotogrametria com drones e agora, a possibilidade até de praticar a Fitopatologia através das imagens de satélites.

O Curso que se inicia, p.ex., tratará da técnica do NDVI, que é a sigla em inglês para Normalized Difference Vegetation Index que em uma tradução livre significa Índice de Vegetação da Diferença Normalizada. Explicando de forma prática, é um índice que analisa a condição da vegetação no campo através de sensoriamento remoto.

Não pense que perdeu o bonde porque as aulas começaram ontem. As inscrições ainda estão abertas no portal (https://www.geosemfronteiras.org/p/cursos) e as aulas são gravadas. Uma das vantagens dos cursos gratuitos desse site é que eles disponibilizam, também de graça, os softwares com que as aulas são dadas. No Curso iniciado dia 22 p.p. de AutoCAD 2D, p.ex., será possível utilizar gratuitamente o AutoCAD 2017 por 3 anos, numa licença para estudantes. O QGIS você deve saber que já é gratuito por ser de domínio público.  

Exibições: 1270

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 2 agosto 2019 às 9:13

NDVI NO QGIS 3.4

Fonte: Facebook, 02/08/2019.

https://www.dronagro.com.br/blog/diferentes-indices-de-vegetacao-ut...

Bom proveito.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 29 julho 2019 às 8:09

EXERCÍCIOS COM QGIS

Fonte:

https://www.sophia-mar.pt/uploads/EXERCICIOS_ADS_QGIS.pdf

Bom proveito.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 28 julho 2019 às 8:12

METADADOS DE SAMPA

Exemplo com dados do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - IDHM mostrado nas Figuras abaixo.

Fonte:

http://portalgeo.seade.gov.br/download-de-dados/

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 24 julho 2019 às 16:12

SANEAMENTO BÁSICO NO QGIS 3.4

Além do QEsg, que já abordamos, há outros complementos úteis para a elaboração de projetos de Saneamento Básico (água e esgotos)  e o Meio Ambiente no QGis 3.4 como, p.ex., o QEPANET, o QWater (algumas ferramentas mostradas na Figura abaixo) e o QWeather.

Bom proveito.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 24 julho 2019 às 8:33

CONCEITOS BÁSICOS DE GEOPROCESSAMENTO

Bom proveito.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 22 julho 2019 às 17:29

II CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOTECNOLOGIAS

Vídeo:

https://youtu.be/G6vldN5XMkg

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 18 julho 2019 às 16:02
Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 17 julho 2019 às 11:18

CARTAS TOPOGRÁFICAS DE SÃO PAULO NO QGIS 3.4

1) Acessar site do Datageo e procurar por Carta topográfica.

2) Selecionar o tipo de carta que desejamos.

3) Em Metadados, copiar o endereço do link.

4) Abrir QGIS 3.4 dar nome, colar o link e dar OK.

5) Conectar e adicionar.

6) Resultado.

Bom proveito.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 13 julho 2019 às 10:26

ECOLOGIA DA PAISAGEM NO QGIS 3.4

Após instalar o complemento Landscape Ecology e carregar o arquivo SRTM (raster) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA de Rondônia, devidamente transformado em banda simples falsa-cor (rampa branco para verde), executar os comandos:

Raster > Landscape Ecology  > Landscape Statistics (quadro 1 da Figura abaixo).

Na janela que se abre em seguida (número 2 da Figura abaixo), digitar zero como No-data e 30 para Cellsize. Em seguida, clicar na aba Calculate Metric. O resultado é o quadro 3 da Figura abaixo.

Ao fundo, em verde, o mapa de Rondônia.

A Figura abaixo mostra o resultado das três abas da janela Landcover Analysis (Análise da Paisagem), quando clicadas.

Nota: este tema está relacionado aos FRAGMENTOS FLORESTAIS, já abordado por mim aqui na Rede dois anos atrás:

http://agronomos.ning.com/profiles/blogs/fragmentos-florestais

Boa leitura.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 12 julho 2019 às 10:59

SELEÇÃO DE FEIÇÕES NO QGIS 3.4

Esta ferramenta é simples mas muito útil quando queremos recortar apenas as feições que nos interessam em um mapa. No caso, sobre o mapa do Google Satellite (similar ao do Google Earth) estão os limites de todos os municípios do Brasil e de todas as estradas federais do Estado do Rio de Janeiro, mas queremos apenas mostrar as do Município de Caxias - RJ. Os passos são os seguintes:

1) Configuramos as propriedades do Projeto para o sistema de coordenadas geográficas SIRGAS 2000 (EPSG: 4674).

2) Carregamos os arquivos vetoriais com os Municípios do Brasil (Brasil_Municipios_IBGE.shp) e shapefiles do DNIT (Rodovias_RioDeJaneiro_2015_1.shp). Vide Figura abaixo.

3) Selecionar apenas o Municípios onde quero que apareçam as rodovias. Abrir a Tabela de Atributos da camada  Municípios (polígonos em amarelo ao fundo). Clicar no cabeçalho NOME para listar os Municípios em ordem alfabética e, ao encontrar Duque de Caxias (sob a faixa azul), clicar na primeira coluna da linha para selecioná-lo no mapa. Veja na Figura abaixo que o polígono correspondente a este município ficou de cor amarela. Fechar a Tabela.

Outro modo de selecionar o município, ainda pela tabela de atributos, é usando uma expressão, como mostrado na sequência (de números) da Figura abaixo. Observe que na etapa 5, se digitarmos 'DUQUE DE CAXIAS' (com maiúsculas) não funciona, por não concordar com a simbologia adotada na Tabela de Atributos. As linhas em vermelho são as rodovias.

Botão direito sobre a camada Brasil_Municipios_IBGE > Exportar > Salvar Feições Selecionadas  como... > Duque_de_Caxias.shp.

A figura abaixo pede para que digamos o formato do arquivo (shp) e o local para salvar o resultado (pasta). Aproveitamos para verificar se as Coordenadas estão certas. Clica-se OK.

Agora podemos deletar (remover) a camada de Municípios, que o de Duque de Caxias permanecerá.

4) Finalmente vamos recortar apenas as rodovias que cortam o Município de Duque de Caxias - RJ. Fazemos: Vetor > Geoprocessamento > Recortar. A Figura abaixo mostra em azul os passos a seguir.

O resultado final está mostrado na Figura abaixo, com o Município de Duque de Caxias - RJ com contorno em amarelo e apenas duas estradas cruzando o seu território.

Selecionar feições por localização

Um algoritmo cria uma seleção numa camada vetorial (shapefile). O critério para selecionar as feições se baseia no relacionamento espacial entre cada feição e as de outra camada adicional. A Figura abaixo mostra o caminho para se chegar ao comando.

Na janela de configuração, indica-se inicialmente as feições que serão recortadas (rodovias) e, mais abaixo, a máscara para tal (município de Duque de Caxias). Para a seleção, marca-se are within (ficam dentro). Não precisa marcar 'Apenas feições selecionadas' pois estas já estão (veja a cor amarela destacando o município). Em seguida, clica-se em Executar e depois em Close.

Bom proveito.

© 2020   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço