Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Campanha de Regularização de Empresas da Agronomia

Confaeab em Campanha junto a Empresas da Agronomia

Com a saída dos Técnicos Agrícolas do Sistema CONFEA / CREA haverá um vácuo jurídico especialmente nas empresas do grupo Agronomia registradas nos CREAs. 

Muitos órgãos públicos exigem que empresas estejam registradas no CREA para exercer as atividades profissionais como Crédito Rural, Georreferenciamento, emissão de laudos etc. 

Ocorre que empresas que tenham RT como Técnico Agrícola, embora uma minoria, deverão se regularizar caso queiram permanecer no CREA, contratando profissional de Nível Superior.

Uma questão pouco comentada é que com a baixa da responsabilidade técnica junto ao CREA, o contrato social precisa ser alterado, do contrário a empresa fica irregular inclusive perante a Receita Federal e a Lei Federal 6938/81, que exige o registro de empresas que desenvolvam atividades ligadas a profissões regulamentadas.

Em razão disso a CONFAEAB iniciou uma Campanha de Divulgação junto à categoria e empresas da Agronomia de forma a contratar Engenheiros Agrônomos regularizando sua atuação profissional junto ao CREA e órgãos licenciadores e contratantes.

A mensagem da Confaeab se resume:

Empresas da Agronomia registradas no CREA: É necessário procurar o CREA para regularizar o RESPONSÁVEL TÉCNICO.

Após 17 de Fevereiro de 2020 somente Nível Superior poderá ser Responsável Técnico no CREA. Empresa de Agronomia registrada no CREA: procure um Engenheiro Agrônomo.

Com a saída dos Técnicos Agrícolas do Sistema Confea Crea, empresas registradas no CREA que tenham esses profissionais como Responsável Técnico precisam se regularizar para manter seu registro válido.

Exibições: 288

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

Comentário de Gilberto Fugimoto em 14 fevereiro 2020 às 16:32

Altair,

Por falar em se omitir, sugiro postar foto no seu perfil!

Comentário de altair roberto de carvalho em 14 fevereiro 2020 às 16:15

What do you want to do ?
New mail
De antemão, não ganhamos nada, só perdemos.
o que podemos fazer ?????????????/
Votar em outras opçoes nas proximas eleiçoes dos creas////////////////////
Comentário de Flávio Rangel dos Santos Almeida em 14 fevereiro 2020 às 15:14

Depois de muita briga os técnicos agrícolas conseguiram o direito de emitir o receituário agronomico. O que diante mão, sou totalmente contra. Pergunto, como vai ficar essa situação agora? Já que saíram do Crea.  

Comentário de Moisés Fernandes em 3 fevereiro 2020 às 10:43

Entendo ser positiva essa repartição de competências, aos técnicos o que é dos técnicos. Aos engenheiros cabe a orientação e coordenação dos trabalhos realizados pelos técnicos. Cada um no seu lugar. Em nossa região (RO) a comercialização de defensivos agrícolas "explodiu" depois que houve o entendimento judicial que os técnicos poderiam responder por essa área (mesmo sem ter a devida formação acadêmica para tal). Hoje a Agronomia e os Eng. Agrônomos são taxados de "poluidores" e "vendedores de Agrotóxicos" sendo que na maioria das situações, esse campo é dominado pelos T.A.

A saída dos técnicos do SISTEMA CONFEA/CREA é a oportunidade para corrigir essas distorções, devolvendo ao ENGENHEIRO AGRÔNOMO o que é seu de DIREITO, por competência e ATRIBUIÇÃO LEGAL.

Saudações Agronômicas.

Comentário de altair roberto de carvalho em 31 janeiro 2020 às 14:23

PRA VARIAR, A JUSTICÇA SE OMITE

Comentário de altair roberto de carvalho em 31 janeiro 2020 às 14:22

HA ANOS que esta cantada a pedra das pseudos barragens da vale, cade a fiscalização do CREA?????????????

Comentário de altair roberto de carvalho em 31 janeiro 2020 às 14:20

What do you want to do ?
New mail
E O SALARIO PISO DOS PROFISSIONAIS,
O ESTADO DE MINAS,
nao cumpre nem estes 6,5 de lei
Comentário de Gilberto Fugimoto em 31 janeiro 2020 às 14:11

A Confaeab é uma entidade de defesa dos Engenheiros Agrônomos e exerce sua missão ao esclarecer a categoria dos profissionais que representa bem como as empresas que, registradas no Conselho, atuam no ramo da Agronomia no sentido de regularizar suas atividades!

Comentário de altair roberto de carvalho em 31 janeiro 2020 às 13:44

What do you want to do ?
New mail
PASSAMOS EM BRANCAS NUVENS, e nao fortalecemos o crea mg,
agora cada vez mais fraco, perdemos os tecnicos, perdemos arquitetos, geografos e assim geologos e outros,
QUANTO MAIS DIVIDE MAIS ENGRAQUECE//////////////////////////////////////////
Comentário de Mauro Borges em 31 janeiro 2020 às 11:37

Bom dia a todos.

Pessoal acho que devemos deixar esse novo conselho trabalhar, pois essa luta e longa para eles.

Com relação a empresa contratar profissional de nível superior, o CREA não deve entrar nesse mérito, pois a lei da condição para os Técnicos serem responsável também.

Pois vai ser uma briga comercial, e o empresário vai definir qual e o mais barato e não vai olhar o Titulo.

Então deixa esses profissionais ir em paz.

Com essa atitude postada o CREA so esta queimando o filme, perante a sociedade.

E uma briga que o CREA esta procurando e vai perder todas as ações na justiça.

DEIXE os TECNICOS irem embora.

Vamos cuidar de nossa vida.

Obrigado a Todos..

© 2020   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço