Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Obra Agro é Paz Disponibilizada

Finalmente foi disponibilizado a obra coordenada pelo engenheiro agrônomo e ex-ministro da agricultura Roberto Rodrigues.

Nesta quinta-feira, 11 de julho, Roberto Rodrigues deu uma palestra no Clube de Engenharia no Rio de Janeiro, com o contraponto do sociólogo Cândido Grzybrowsky e mediado pelo engenheiro agrônomo Agostinho Guerreiro.

Na ocasião, Roberto Rodrigues fez uma análise do panorama mundial e destacou uma meta da ONU para 2050 defendendo que Alimento é Paz, a partir da constatação que não haverá paz onde houver fome.

Para tanto será necessário crescer em 20% a produção de alimentos em escala global. Estudos da OCDE apontavam que o Brasil deveria ser o principal fornecedor nessa escalada de produção global. 

Recentemente o USDA (Departamento de Agricultura EUA) a despeito de ser concorrente comercial do Brasil, também publicou um estudo que concorda com a OCDE e aponta que o Brasil deveria crescer em 41% a produção de alimentos para atender a esse aumento de demanda mundial, nos próximos 10 anos (gráfico abaixo).

 

A conclusão do ex-ministro é que o Brasil tem condições de crescer 41% em dez anos. Entretanto, Roberto Rodrigues indaga: - Temos condições, mas faremos isso? Talvez não!!, conclui o engenheiro agrônomo.

As explicações para sua conclusão certamente estarão nas páginas do livro que coordenou: Agro é Paz e que se encontra disponível para download!

A obra encontra-se disponível para download no site da Esalq

https://www.esalq.usp.br/banco-de-noticias/livro-agro-%C3%A9-paz-fo...

Exibições: 434

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

Comentário de Gilberto Fugimoto em 12 julho 2019 às 23:39

José Luiz,

Com certeza, também comecei a ler.

A obra apresenta dados e panoramas muito ricos!

abração

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 12 julho 2019 às 19:21

Gilberto,

baixei o livro e, realmente, vale a pena a sua leitura. Copiei um parágrafo apenas para confirmar o que eu disse:

"Se esses números já são
notáveis, por trás deles há outro ainda mais marcante: hoje, no Brasil, são cultivados
62 milhões de hectares com grãos; se tivéssemos a mesma produtividade por
hectare que havia no Plano Collor, teríamos que desmatar e semear mais 88 milhões de hectares para colher a safra deste ano. Em outras palavras, essa área
foi poupada de desmatamento, o que mostra a grande sustentabilidade das
tecnologias aqui desenvolvidas."

Acompanho sempre o que diz o colega Roberto Rodrigues em se blog na revista Globo Rural, que assino. Ele é um exemplo para todos nós.

Um abraço.

© 2019   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço