Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

AUDIÊNCIA PÚBLICA EM FORTALEZA - muito importante!!!

 

Audiência Pública dia 15 DE ABRIL às 09:00 horas

 Plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará  

 

 

A CONFAEAB E A AEA do CEARÁ ESTÃO MOBILIZANDO

UMA GRANDE  REPRESENTAÇÃO DE NOTÁVEIS 

PARA A DEFESA DAS NOSSAS ATRIBUBUIÇÕES

E ARQUIVAMENTO DEFINITIVO DO PROJETO DE LEI

VAMOS COMPARECER, ACOMPANHAR E FAZER A NOSSA PARTE

ASSINANDO A NOVA PETIÇÃO PÚBLICA PARA

GARANTIR NOSSAS ATRIBUIÇÕES 

Exibições: 399

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

Comentário de José Leonel Rocha Lima em 20 abril 2013 às 17:15

Concordo com a opinião do meu amigo Mario Sergio Alves de Godoy.

Deveríamos ser todos engenheiros agrônomos para depois fazer as especializações.

Nossa profissão foi fatiada para atender exigências legais e não profissionais. Perdemos a força do conjunto e estamos sendo atacados por vários lados.

O momento exige união e vigilância permanente.

Grande abraço amigo Mário.

Comentário de Mario Sergio Alves de Godoy em 20 abril 2013 às 8:28

Acho que é por aí, sr. FLAVIO RANGEL... deveríamos de forma mais radical dar uma analisada em como os Médicos tem tantas áreas de especialização e mantêm-se todos médicos. Facilitaria muita coisa, desde o ingresso dos jovens na universidade até a escolha pelo mercado dos melhores profissionais, passando pelos Concursos, se ainda fôssemos todos Agrônomos. A especialização poderia vir a posteriori, seja pela oportunidade conseguida no mercado pelo recém formado, seja positivamente por uma Residência na área desejada pelo egresso.

Comentário de Mauro Domingues Alencar em 15 abril 2013 às 12:11

Bom dia amigos Agrônomos. Faço das palavras do amigo Eliezer Furtado as minhas palavras e ainda o parabenizo por tudo que ele falou. Grato e Abraços

Comentário de MARCOS A DAS NEVES DE OLIVEIRA em 15 abril 2013 às 10:45

É impressionante! Biólogos querem a responsabilidade técnica pela produção, beneficiamento, reembalagem ou análise de sementes em todas as suas fases. Área que exige conhecimentos complexos de solos, clima, química do solo, fitopatologia, mecanização... O Engenheiro Agrônomo tem seu currículo disciplinas essenciais para isso. O primeiro curso oficial foi criado em 1859 em Cruz das Almas na atual UFRB. É uma profissão sólida e com comprovada eficiência. É um ato de irresponsabilidade este desmantelamento da nossa profissão. Profissão que carrega o Brasil. Exportamos o que o conhecimento  destes Engenheiros tidos como os mais eficientes do Mundo conseguem num país sem infraestrutura, sem portos, sem estradas, sem políticas adequadas. O resultado de nosso trabalho tem uma participação no PIB Brasil de 30%. QUEREMOS PRODUZIR!!! É uma injustiça com uma profissão que MERECE respeito. Sres. Legisladores valorizem esta profissão de Engenheiro Agrônomo, profissão que corre nas nossas veias...Somos Engenheiros Agrônomos, com todo orgulho e trabalhamos sempre por um país melhor...Ai da nossa economia sem competitividade no mercado internacional com produtos manufaturados. Ai do Brasil se não fosse nosso esforço hercúleo para ajudar os nossos Fazendeiros a produzir mais e melhor. Precisamos é nos unir. Não desagregar...Salve a Agronomia, salve a Pesquisa Agropecuária, salve a Defesa Agropecuária com seu Exército de Engenheiros Agrônomos...Mas como sempre: VAMOS SACUDIR A POEIRA E DAR A VOLTA POR CIMA!!!

Comentário de ROBERTO CUNHA CARVALHO em 15 abril 2013 às 10:43

Concordo com o colega Eliezer

Comentário de Eliezer Furtado de Carvalho em 15 abril 2013 às 10:21

Durante décadas e até os dias atuais, os engenheiros agrônomos estão entre os melhores zootecnistas do Brasil e os melhores professores de zootecnia. Os bons zootecnistas da atualidade tiveram engenheiros agrônomos como seus professores. Muitas das melhores obras passadas e atuais de zootecnia são de autoria de engenheiros agrônomos. Não há nada que, de sã consciência e sem interesses individuais, possa justificar a torpe tentativa de tirar da agronomia a formação e o exercício das atividades de zootecnia. A profissão é apenas um meio; o objetivo é atender bem aos interesses da sociedade e do País e não se pode admitir o uso da profissão para, isoladamente da realidade, atender a interesses individuais. 

Comentário de Eliezer Furtado de Carvalho em 15 abril 2013 às 10:07

A engenharia agronômica é uma profissão voltada para a análise, planejamento e solução de problemas de natureza rural. Há mais de 120 anos a zootecnia faz parte da formação eclética do engenheiro agrônomo. Uma das características mais importantes desta profissão e que a faz perfeitamente compatível com o mercado de trabalho do passado, presente e futuro do Brasil é exatamente a visão ampla e eclética dos problemas e das soluções relacionadas às atividades rurais. Por isso, e por muitas outras razões de interesse do País, não podemos admitir a exclusão da zootecnia das nossas atribuições profissionais.   

Comentário de José Luiz Bortoli de Azambuja em 15 abril 2013 às 9:47

Colegas, parabéns pela iniciativa da audiência pública hoje. Gostaria de receber uma síntese das principais manifestações pois pretendo agendar aqui no RS mais uma reunião com o deputado Onyx Lorenzoni reforçando nossa argumentação já apresentada e discutida com ele. 

Comentário de José Leonel Rocha Lima em 15 abril 2013 às 9:33

Caro amigo Gilberto,

Vamos colocar a petição pública no ar????

QUEM SABE FAZ A HORA NÃO DEIXA ACONTECER!!!

Já dizia o poeta e você sabe!!!

Nos falamos e grande abraço

Comentário de valdi oliveira aguiar neto em 14 abril 2013 às 21:48

qual o link da petição publica ?

© 2018   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo