Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

AVANÇOS E RECUOS DA CONSERVAÇÃO DE SOLO NO BRASIL

Embora o país tenha evoluído nas teorias e práticas da preservação do solo, degradação preocupa - Dados contidos em relatório da FAO/ONU dão conta de que 30% das terras do planeta estão degradadas. Erosão, compactação, desequilíbrio de nutrientes e perda de matéria orgânica são as causas principais. A erosão em solo agrícola e de pastagem intensiva varia entre cem a mil vezes a taxa de erosão natural e o custo anual de fertilizantes para substituir os nutrientes perdidos chega a US$ 150 bilhões. Perdas de culturas, segundo o estudo, chegam a 0,3% da produção anualmente. O relatório diz ainda que, se o processo não for interrompido, poderá ocorrer uma redução total de mais de 10% até 2050. Já a compactação do solo pode diminuir em até 60% os rendimentos mundiais das culturas agrícolas. Os danos causados são de longa duração ou mesmo permanentes.

Consideramos que existe uma erosão geológica natural que não chega a uma tonelada de solo por hectare por ano. A partir do desmatamento e da mudança de uso da terra, seja para culturas anuais, seja para culturas perenes, pastagem ou florestas plantadas, essa perda pode chegar a mais de 20 toneladas por hectare. Um solo com preparo intensivo com arados e grades, deixado sem qualquer cobertura, pode perder mais de 80 toneladas por hectare em um ano..  

Ainda temos muito por fazer e o papel de engenheiros agrônomos é essencial, seja na pesquisa, seja no ensino, preparando profissionais, na consultoria ou na extensão rural. Sem uma estrutura de extensão rural, a degradação das terras e os severos impactos negativos da erosão hídrica tendem a aumentar.

JORNAL DO ENGENHEIRO AGRÕNOMO, ano 48, n. 315, Setembro/Outubro de 2020, pp. 6-9.  EM:  https://aeasp.org.br/jornal/

Exibições: 13

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

© 2021   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço