Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

O Globo Rural de hoje (na TV) apresentou uma reportagem sobre o uso da bomba de água tipo rosário, que promove a elevação da água do poço por bombeamento manual, canos de PVC e arruelas de plástico de igual diâmetro, fixadas a intervalos iguais num cordão de linha de pesca de nylon.

A comparação do método com o tradicional usando cordas e balde, é mostrado no Quadro abaixo.

A planilha abaixo apresenta o dimensionamento hidráulico da máquina, adotando-se um rendimento de 80% e velocidade de giro das arruelas do rosário em 0,71 m/s a fim de obter o valor aproximado indicado na Tabela.

Leituras complementares:

1) Manual

https://ifce.edu.br/maracanau/noticias/time-enactus-de-maracanau-e-...

2) Vídeo

https://g1.globo.com/economia/agronegocios/globo-rural/noticia/2020...

3) Paper

http://brazil.enactusglobal.org/wp-content/uploads/sites/2/2018/11/...

Exibições: 49

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 27 abril 2020 às 18:26

PESO DA ÁGUA NO TUBO E OUTRAS INFORMAÇÕES

Os dados constantes da Figura abaixo referem-se a uma bomba rosário usada na Etiópia.(1)

Os cálculos da Figura abaixo mostram o peso da água contida num tubo de PVC com 30 mm de diâmetro e 10 m de comprimento. (2)

Os usos múltiplos de uma bomba d´água tipo Rosário numa comunidade são mostrados na Figura abaixo.

REF.

(1)

https://www.pseau.org/outils/ouvrages/practica_rope_pump_manual_eth...

(2)

https://www.appropedia.org/Depth-adjustable_Rope_Pump

(3)

https://sswm.info/sites/default/files/reference_attachments/ERPF%20...

(4) Roteiro para construção

https://www.doc-developpement-durable.org/file/eau/pompes/pompes-a-...

(5) Usos múltiplos

https://www.jica.go.jp/project/ethiopia/004/materials/ku57pq000029z...

(6) Vídeo

https://youtu.be/JRtVErYZCTc

Bom proveito.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 27 abril 2020 às 10:26

BOMBAS MOVIDAS À CORDA

Bombas movidas à cabo/corda, em inglês são traduzidas por "rope pumps" e existe um site com esse nome, como mostra a Figura abaixo.

Nesse site, sobre a NORA, é dito o seguinte: O cabo utilizado deve ser de 5 a 6 mm. O nylon é forte, mas também tende a "deslizar". Corda de polipropileno oferece melhores resultados. Para poços com profundidade superior a 35 metros, deve-se usar uma corda mais grossa.

Uma indicação do diâmetro interno dos tubos de subida (ou recalque) são mostrados na Tabela abaixo.

Segundo o Manual de Bombas à Corda (1), o diâmetro do tubo de elevação de PVC depende da  distância entre o nível da água no poço e o ponto em que a água é descarregada na superfície; recomendando para diâmetro dos tubos em PVC os indicados na Tabela abaixo.

O elemento ativo da NORA, como mostra a Figura abaixo, pode ser um pistão de Polietileno entre 2 nós da corda, também de polietileno); ou uma arruela de borracha.

O funcionamento da máquina é mostrada na Figura abaixo (excetuando a roda e manivela).

Dimensionamento hidráulico

A planilha abaixo mostra outro roteiro (diferente do inicialmente apresentado) para o cálculo hidráulico de uma nora de rosário, partindo do princípio que usaremos uma roda de bicicleta com raio de R = 66 cm, queremos obter a vazão de 0,8 L/s e usamos o diâmetro nominal do tubo de 25 mm.

O foco é determinar a velocidade de rotação, que será obtido quando o cálculo da vazão, ao final, 'bater' com o dado inicial. Para isso, fixamos um dado tempo (30 ou 60 segundos, p.ex.) e vamos alterando o número de voltas manualmente.

REF. (1)

https://practica.org/wp-content/uploads/2014/08/ropepump-manual-EN-...

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 26 abril 2020 às 16:39

OUTRAS MÁQUINAS ANTIGAS PARA ELEVAR ÁGUA

E quanto às NORAS, existem as de caneca e de rosário.

© 2020   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço