Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

(Sem comentários)

Exibições: 18

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 6 fevereiro 2019 às 13:31

O DESTINO DAS EMBALAGENS

Conceito de Logística Reversa

A Logística Reversa pode ser definida, em linhas gerais, como a área da Logística Empresarial que trata do retorno de produtos pós-vendidos e/ou consumidos ao seu centro produtivo. No fim da década de 70, Ginter e Starling (1978) utilizaram o termo reverse distribution channels enfocando a questão da reciclagem e suas vantagens econômicas e ecológicas, além da importância dos canais de distribuição reversos como fator fundamental na viabilidade econômica do processo de recuperação dos materiais.

Já em 1982, Barnes utilizou o termo Logística Reversa para dar importância crescente à reciclagem em benefício dos negócios e da sociedade (apud PELTON et al., 1993). Gonçalves-Dias e Teodósio (2006) afirmam que nesse período, as motivações para utilização da Logística Reversa estavam relacionadas particularmente a gestão de resíduos e reciclagem.

Posteriormente, em Stock (1998, pág. 20), encontra-se a definição: Logística Reversa: em uma perspectiva de logística de negócios, o termo refere-se ao papel da logística no retorno de produtos, redução na fonte, reciclagem, substituição de materiais, reuso de materiais, disposição de resíduos, reforma, reparação e remanufatura (...).

O Destino das embalagens

Barreira & Philippi (2002) relatam que, no ano de 1999, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou dados de uma pesquisa sobre o destino das embalagens vazias de agrotóxicos no país, realizada pela Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andev). A pesquisa identificava que 50% de todas as embalagens vazias de agrotóxicos no Brasil eram doadas ou vendidas sem nenhum controle; 25% eram queimadas a céu aberto; 10% eram armazenadas ao relento; e 15% eram, simplesmente, abandonadas no campo.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 6 fevereiro 2019 às 9:37

GESTÃO DAS EMBALAGENS

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 6 fevereiro 2019 às 8:30

AS EMBALAGENS DE AGROTÓXICOS E A LOGÍSTICA REVERSA

As embalagens de agrotóxicos utilizadas são consideradas "resíduos perigosos" e apresentam risco de contaminação humana e ambiental, se descartadas sem controle. A Lei que disciplina essa atividade é a de No. 9.974/2000.

A Logística Reversa planeja, opera e controla o fluxo e as informações correspondentes ao retorno das embalagens ao ciclo dos negócios ou ao ciclo produtivo, por meio da reciclagem.

O tema é tratado em "Logística Reversa das Embalagens de Agrotóxicos no Brasil: um caminho sustentável ?", TCC de José Luís Said Cometti, dissertação de Mestrado apresentada ao Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília em Dezembro de 2009.(1)

Eu também falo alguma coisa sobre o destino das embalagens em minha página sobre Riscos de Acidentes na Zona Rural, apêndice da página principal da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ. (2)

REFERÊNCIAS:

(1) http://www.cprh.pe.gov.br/ARQUIVOS_ANEXO/Disserta%C3%A7ao_Jose_Luis...

(2) http://ufrrj.br/institutos/it/de/acidentes/dest.htm

P.S. - Bem lembrado, colega e amigo Gilberto. Obrigado.

Comentário de Gilberto Fugimoto em 5 fevereiro 2019 às 15:31

José Luiz,

Também tem a logística reversa das embalagens de agrotóxico!

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 5 fevereiro 2019 às 15:24

O QUE O LIXO TEM A VER COM AGRICULTURA ?

Resposta: a compostagem.

http://ufrrj.br/institutos/it/de/acidentes/lixo6.htm

(De resto: saúde, economia e bem estar).

Leia à respeito.

© 2019   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo