Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Dá para confiar no agronegócio em 2016, num Brasil onde o vice-presidente não confia na presidente e vice-versa?

Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.

Confiança é o fundamento da esperança e como disse Michelangelo, “o mármore bruto carrega a forma de todos os pensamentos dos grandes artistas”.

Dessa forma o agronegócio, como um mármore bruto, pode se transformar numa base confiável para o Brasil e os brasileiros, num ano de exatamente crise de confiança. E por que isso?

Pelos resultados concretos, mesmo num país caindo mais de 3% no PIB em 2015, o agronegócio cresceu. Mesmo com diminuição dos preços das commodities no mundo, o agronegócio cresceu. Mesmo com o real desvalorizado e custos maiores para produzir, o agronegócio cresceu. Mesmo com as eternas dificuldades  de logística e infraestrutura, o agronegócio cresceu e mesmo no país dos impostos e da burocracia que penaliza tudo, inclusive alimentos, o agronegócio cresceu.

Temos realidades concretas competitivas internacionalmente, mesmo sob adversidades, crescemos. Por isso, a confiança traz uma esperança realista para 2016, com o agronegócio brasileiro.


Sobre o CCAS

O Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel

Exibições: 69

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

© 2019   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço