Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Engo. Agro. JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO

jviana@openlink.com.br

.

Com toda essa polêmica das mudanças no Código Florestal, nunca se falou tanto em agricultura como agora. Não deixa de ser surpreendente, já que o Brasil tem 85% de sua população vivendo nas cidades. Por outro lado, com a proximidade da reunião internacional Rio+20, que acontecerá aqui no Rio de Janeiro ano que vem, para tratar de temas ambientais, o campo não poderia ficar de fora desta onda que, esperamos não seja uma marolinha, mas um tsunami: a Agricultura de Baixo Carbono (ABC). (*)

.

A revista GLOBO RURAL deste mês trás uma propaganda institucional dizendo que a agricultura brasileira está entrando em uma nova era com o Programa ABC – Agricultura de Baixo Carbono. Um projeto já adotado em diversos países, com as 6 medidas sustentáveis para o agricultor aumentar ainda mais a produção, diminuindo as emissões de gases do efeito estufa (GEE). Na condição de Engenheiro Agrônomo e Ambientalista, não custa esclarecer aos amigos quais são essas medidas. Quem sabe você não se anima, pega suas reservas e vai praticá-las como já fizeram alguns atores famosos, entre os quais, Marcos Palmeira e Tarcísio Meira.

.

1 – PLANTIO DIRETO NA PALHA

O plantio feito sobre a palha (da cultura anterior), protege o solo da erosão, conserva a sua umidade e aumenta a produção agrícola.

.

2 – FIXAÇÃO BIOLÓGICA DE NITROGÊNIO

Algumas sementes, quando inoculadas com bactérias que fixam o nitrogênio do ar, dispensam esse elemento da adubação química e reduzem a emissão de GEE.

.

3 – RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS (RAD)

Reintroduz as terras, antes subutilizadas (temos hoje cerca de 50 milhões de hectares de pastagens nessa situação) no processo produtivo. Vide Figura abaixo:

.

.

4 – INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA-FLORESTA

São os chamados Sistemas Agro-florestais (SAFs), onde se introduzem três tipos de atividades agrícolas em uma única propriedade: grãos, carne e madeira.

.

5 – PLANTIO DE FLORESTAS

Protege os animais e o solo, além de serem exploradas futuramente como madeira, evitando o desmatamento. Pode render, ainda, Créditos de Carbono.

.

6 – TRATAMENTO DE RESÍDUOS ANIMAIS

Aproveita os dejetos do gado, de suínos e outros animais para a produção de energia (gás metano e até mesmo, eletricidade) e de compostos orgânicos (biofertilizantes).

.

OUTROS AVANÇOS DA NOSSA AGRICULTURA

Embora não façam parte explicitamente do Programa ABC, as técnicas abaixo, nas duas últimas décadas, são promissoras e têm avançado na agricultura brasileira, acalentado o velho sonho de sermos o celeiro do mundo.

a)     Fertirrigação;

b)     Agroecologia (ou agricultura orgânica);

c)      Hidroponia;

d)     Plasticultura;

e)     Aeroponia;

f)       Controle biológico de pragas;

g)     Plantas geneticamente modificadas; e

h)     Agricultura de precisão.

Entre outras.

.

(*) www.agricultura.gov.br/abc

Exibições: 152

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

© 2019   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço