Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

O QUE O URUBU DE UM LIXÃO TEM A VER COM O SEU VOO ?

Tenho um sobrinho na casa dos 50 que tem pavor de andar de avião. Tomara que ele não veja esta foto (que tomei emprestada da comunidade Amantes da Aviação do Facebook). Mas a pergunta está feita. O que um urubuzinho (que prolifera em qualquer lixão) tem a ver com um avião deste tamanho ?

Até que o estrago foi menor do que se o penoso tivesse colidido com a cabine na direção do piloto, ou sugado pela turbina dos jatos, o que é mais comum.

Sugiro que essa foto seja encaminhada pelas principais companhias de aviação comercial, de presente de Natal para todos os Prefeitos dos 5 mil e tantos Municípios brasileiros, com um desconto na passagem se o voo partir da cidade mais próxima da sua.

Para quem não sabe, a colisão de aves com aviões no aeroporto internacional do Rio de Janeiro (um dos maiores do país) é tão frequente, que os técnicos se utilizam até de falcões treinados para espantar as aves das redondezas.

Exibições: 253

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 12 março 2020 às 15:49

MAIS UMA RESPOSTA

Fonte: Facebook

Data: 12/03/2020

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 12 setembro 2019 às 7:33

BEM NO ALVO

Fonte: Facebook - Amantes da Aviação

Data: 10/09/2019

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 23 maio 2019 às 18:08

IMPACTO RECENTE

Vídeo: https://www.facebook.com/MongaguaMelhor/videos/946910145449680/

Fonte: Facebook

Data: 23/05/2019

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 2 maio 2019 às 19:10

PÁSSARO DRONE PARA AFASTAR OUTROS

Vídeo: https://www.facebook.com/PlayGroundBR/videos/792185157843131/

Fonte: Facebook

Data: 02/05/2019

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 11 abril 2019 às 15:50

QUANDO É SUGADO PELA TURBINA

https://www.facebook.com/1136792866485730/videos/2077571922290301/

Assustador.

Fonte: Face de hoje, 11/4.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 29 março 2019 às 9:04

QUE TAL ESSA IMAGEM ?

Fonte: Facebook, hoje, 29/03/2019.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 25 outubro 2018 às 16:55

ESSES AVIÃOZINHOS TAMBÉM SÃO PERIGOSO

https://www.facebook.com/flyhighdreamhigh3223/videos/23069914426491...

(veja) 

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 25 setembro 2018 às 19:52

CAUSAS E EFEITOS DA COLISÃO

Em princípio, pode parecer que os casos de colisão de jatos com pássaros só acontece em países (ainda) em desenvolvimento como o nosso e, principalmente, pela existência de lixões. Ledo engano. Numa rápida consulta ao Google, constatei que há muita subnotificação nesse tipo de acidente, e que eles acontecem até nos países mais desenvolvidos, como é o caso (mostrado abaixo) da Finlândia e da Inglaterra, embora por outros motivos. As aves representam uma ameaça constante para as aeronaves e são um dos perigos comuns de segurança do voo. Apenas a Força Aérea dos EUA contabiliza cerca de 2.000 choques de aviões com aves por ano.

No trabalho Análise dos Relatórios da Colisão com Pássaros Recebidos pela Agência de Segurança de Transporte da Finlândia entre os anos 2000 e 2011, de 2014, Nikolajeff diz que, em 2000, do total de 172 choques de aves, 12 (7%) relataram ter causado algum dano à aeronave. Em seis (50%) dos casos em que algum dano foi relatado, foi tão significativo que influenciou o voo e forçou-o a retornar tão cedo quanto possível ou regressar ao aeroporto de partida. Em cinco (40%) dos casos, o dano foi menor e não teve efeito sobre o voo. Em um caso (10%) algum dano foi relatado, mas não foi declarado se ele teve um efeito sobre o voo ou não. Ao todo, 160 (93%) dos choques com aves relatados não causaram nenhum dano para a aeronave. Nos anos de 2000, 2006 e 2011, a colisão com aves foi registrada em 26 diferentes aeroportos na Finlândia.

A Figura abaixo, do site Bird strike - Wikipedia, mostra um Airbus A330 da China Eastern envolto numa nuvem de pássaros no aeroporto de Heathrow, em Londres.

Local da colisão: em 2000, 41 (24%) de um total de 172 acidentes com aves, aconteceram no solo. Dos choques aéreos, 73 (42%) aconteceram em altitude inferior a 90 m, 108 (63%) abaixo de 300 m e 130 (76%) abaixo dos 900 m de altitude. Apenas 8 (5%) ocorreram acima desse limite e a altitude máxima relatada foi acima de 2.100 m.

Aeronave mais suscetível: o estudo finlandês confirmou a suposição de que as aeronaves mais silenciosas e de movimento rápido (à jato) são as mais sensíveis ao choque com pássaros. Entre 2000 e 2011,os tipos mais comuns de aeronaves envolvidas nesses acidentes foram os modernos turbo-hélices. Além desses motores serem mais silenciosos que os demais, os pássaros que vivem perto dos aeroportos não tem medo dos aviões. A velocidade do avião é de grande influência na colisão. Na decolagem, a velocidade do avião pode ser relativamente baixa, mas as turbinas estão com sua potência máxima. Nessa ocasião, o choque com aves pode causar um dano significativo às lâminas das turbinas.

A Figura abaixo mostra em números o estrago do choque de um pombo com um Boeing na decolagem, ficando evidente que um pequeno animal pode fazer muito estrago a um grande avião.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 25 setembro 2018 às 11:19

SEGURANÇA DO VOO

Se a metralhadora estivesse no bico (e não na cauda) da aeronave, o piloto talvez tivesse mais recursos para se defender dos urubus, nos aeroportos perto de lixões.

Comentário de JOSÉ LUIZ VIANA DO COUTO em 25 setembro 2018 às 10:30

QUANTOS URUBUS CABEM NESSA TURBINA ?

© 2020   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço