Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Ponto de Vista!!! A AGRONOMIA BRASILEIRA CAMINHA PARA O SEU XXX CONGRESSO BRASILEIRO E AÍ???

 

A Agronomia Brasileira caminha  para  realizar em 2017 o seu XXX Congresso Brasileiro em Fortaleza-CE  e agora, o que iremos discutir? Vamos tratar da água e seus reflexos para o futuro? Da Produção Animal, Produção Vegetal, Engenharia Rural? Recursos Naturais? E o Ensino de Agronomia e Nossas Atribuições? E o esvaziamento das entidades e participação dos profissionais em suas associações?Mas e aí, será se haverá daqui a 30 ou 40 anos essa profissão com essas mesmas características e atribuições?

É preciso então discutir o presente da Agronomia e seus gargalos, temos que ver que não adiantará discutir o futuro se não há certeza de que a nossa  profissão e nossos profissionais estarão realmente lá para implementar aquilo que discutimos hoje.É preciso aperfeiçoar esse grande evento. Procurar  soluções para os principais gargalos que impedem  a evolução do ensino agronômico e a qualidade de formação de nossos profissionais. O reflexo de uma legislação que ''não se atualiza'' em relação às demandas agronômicas e nossa passividade diante de Projetos de Lei e ações de outras categorias como zootecnistas, biólogos, e ações na justiça como Engenheiros florestais querendo ampliar as suas atuações  e limitar nossas atribuições. É preciso então reagir, sair da inércia.

Temos que  buscar parcerias com outras entidades  como SBCS-Ciência dos Solos FEAB-Estudantes de Agronomia, SBMP-Melhoramento de Plantas, Abag-Agronegocio, SBF-Fruticultura, ABH-Horticultura, Sbea-Engenharia Agrícola, entre outras, a fim de evitar eventos agronômicos em datas iguais ou semelhantes, o que esvazia e enfraquece a participação profissional.

Procurar o apoio e parecerias das mesmas e construir um evento que possa chamar a atenção e os olhares não só de  grande parcela de nossos profissionais, mas dos governos e sociedade. É preciso por fim buscar a participação de todos nesse processo, profissionais e estudantes.

Começar a acordar para a importância da participação política em nossa vida profissional elegendo e apoiando colegas e legisladores que lutam e defendem as causas agronômicas.

Criar um encontro nacional em Brasília nos intervalos do Congresso Brasileiro de Agronomia, afim de fortalecer as ações de defesa profissional de forma efetiva, construídas nos CBA, centralizada de forma estratégica no coração político nacional.

Francisco Lira

Engenheiro Agrônomo Esp.

CREA-PI 18.222/D

 

 

 

Exibições: 499

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

Comentário de Francisco Lira em 29 setembro 2016 às 13:51

Ok Helena, aqui já fui procurando pela colega Adriana do MAPA que também tem experiencia em eventos nacionais e internacionais e se dispor a ajudar, aguardamos o retorno para contribuir.

Comentário de Maria Helena de Araújo em 29 setembro 2016 às 12:25

Excelente idéia Lira. Estamos solicitando que a Presidência da Confaeab veja se o apoio do Confea ao CBA passa por esse Chamamento. Caso positivo, a sua ideia é perfeita caso aceita pelas entidades. Poderíamos pensar que projeto as entidades poderiam propor - ainda não li o chamamento, irei fazê-lo hoje, para discutir com mais propriedade. 

Comentário de Francisco Lira em 29 setembro 2016 às 10:09

Seria importante avaliar se podemos encaixar esse novo CHAMAMENTO PÚBLICO PARA A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO FINANCEIRO NA EXECUÇÃO DE PROJETOS  http://www.confea.org.br/media/chamamento_n_%201_2016.pdf para financiar o CBA. E criar um zap com a coordenação do CBA e um colega de cada estado para ajudar no que for possível bem como coordenar a mobilização da classe em cada estado para levar maior delegação possível de colegas, visto que o sucesso depende de participação e inscrições também.

Comentário de Maria Helena de Araújo em 29 setembro 2016 às 1:56

OK Lira. Com certeza iremos precisar te toda ajuda. Agradeço o envio do telefone e sua disponibilidade. Já é tempo de pensar na formatação - indiferente da temática.

Comentário de Francisco Lira em 28 setembro 2016 às 21:16

Inclusive mesmo não estando mais como diretor de nossa entidade AEAPI estou conversando com colegas a possibilidade de levar uma boa delegação ao nosso XXX CBA

Comentário de Francisco Lira em 28 setembro 2016 às 21:13

É realmente uma situação difícil, sei que não é fácil Helena,  mas gostaria de contribuir mesmo de longe coloco me a disposição para ajudar no que for possível, 86 999688320

Comentário de Gilberto Fugimoto em 28 setembro 2016 às 20:08

Caríssima Maria Helena,

Ficamos na torcida pelo êxito do CBA em Fortaleza.

Da distância do nosso imenso país, fica a dúvida como colaborar senão enviando sugestões e dando força aos amigos que se encarregaram dessa tarefa hercúlea.

Dessa distância, fico pensando se houver dificuldades operacionais ou de recursos, acredito que mais importante que debates técnicos, seria privilegiar os debates políticos. Afinal Congressos técnicos da Agronomia existem diversos.

Sucesso!

Comentário de Maria Helena de Araújo em 28 setembro 2016 às 18:17

Concordo com você Lira. Entretanto, temos que ver agora como operacionalizar as sugestões. Quem se engaja na busca delas. Participar sugerindo formatação, metodologia de como fazer o XXX CBA,o que, o quem, o como, o quando e os responsáveis necessitam surgir. Não é justo que somente surgem críticas ou sugestões e no momento de se operacionalizar faltem as pernas, os braços etc. Cabeças para pensar sugerir, criticar, apontar os problemas e até algumas soluções - realmente, temos o privilégio de lê-las. Porém faltam os troncos e membros para caminhar no sentido das coisas acontecerem, e principalmente os recursos financeiros necessários ao desenvolvimento de atividades chaves (deslocamentos, RH de apoio, divulgação - somente alguns itens, como exemplo).   Algumas sugestões realmente tem e podem ser postas em prática, tipo o contato urgente com as entidades sugeridas para evitar eventos afins paralelos, a Comissão tem muito trabalho - mas é bom lembrar que ela é composta por profissionais que tem suas próprias atividades (de sobrevivência) e portanto, toda ajuda e disponibilização de colegas é bem vinda.

Comentário de Manoel José Sant´Anna em 28 setembro 2016 às 14:10

Boa tarde debatedores, infelizmente não poderei estar em Fortaleza, para ouvir os trabalhos sobre formas de contribuir para melhor nossa profissão, contudo, espero que a organização envie uma pauta de assuntos a serem debatidos, e uma ordem de discussão de forma a se chegar em conclusões. Depois, sim nos convoque a participar do que foi deliberado a nível federal, e a nível estadual, e estipulem datas para se concluir. Assim talvez vamos conseguir chegar em algum lugar!!??.

Comentário de Gilberto Fugimoto em 26 setembro 2016 às 21:26

Sobre esse quadro da agricultura nacional, compartilho pesquisa a respeito:

"A produção agropecuária está concentrada em 8,19% dos estabelecimentos que atingiram um valor equivalente a 84,89% da produção.

Por outro lado, há quase um milhão de estabelecimentos que têm condições de melhorar sua renda com a agricultura mas carece de ajuda em extensão rural, assistência técnica, crédito de custeio e investimentos, garantia de preço, etc.

Restam 3.775.826 estabelecimentos cujo valor da produção é de R$ 128,13 / mês. Na agricultura simplesmente não há solução para o problema da pobreza destes. É preciso políticas assistencialistas pra manter as familias vinculadas nos campos. "

© 2021   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço