Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

PROJETOS DE IRRIGAÇÃO COM BLOCOS INTELIGENTES

PROJETOS DE IRRIGAÇÃO COM BLOCOS INTELIGENTES

Engo. Agro. José Luiz Viana do Couto

jviana@openlink.com.br

Apresentação do problema

Em geral, os projetos de irrigação são concebidos com o desenho, em planta, da locação dos equipamentos hidráulicos (tubulações e raio de ação dos aspersores), se o método escolhido for esse. O AutoCAD é a ferramenta de desenho preferida, tanto por sua facilidade de uso como por apresentar precisão em milímetros.

Por outro lado, os desenhos das linhas que representam os ramais e dos círculos que indicam o raio de ação dos aspersores, por serem repetitivos são, no mínimo, cansativos e demorados. Assim, p.ex., a área de apenas 1 hectare cujos aspersores tenham um raio de atuação de 12 m, contam com nada menos que: [(84m÷12)+1] x [108m÷12)+1] = 8 ramais x 10 linhas = 80 círculos ou arpersores (vide Figura 1).

Como surgiu a ideia

Assistindo a um vídeo da Arquiteta Roberta Vendramini, do seu Curso Básico de AutoCAD gratuito, chamou-me a atenção um trecho em que, no desenho em corte das telhas de uma mansão, ela inseria o desenho de uma única telha no madeirame do beiral do telhado (cujo desenho da telha estava armazenado em um diretório), clicava numa setinha azul da sua extremidade direita, e a arrastava até a cumeeira, completando a cobertura com telhas num décimo de segundo.

Então, por associação de ideia, eu pensei: que bom seria se, em vez da telha, fossem os ramais e os círculos dos meus aspersores. Foi o que fiz. Me interessei pelo tema, e aí aprendi que aquela não era uma simples telha, mas o chamado Bloco Inteligente ou Bloco Dinâmico.

O que são Blocos Inteligentes

No AutoCAD, blocos dinâmicos são desenhos comuns transformados em blocos (com um simples comando), programados para carregarem consigo determinados parâmetros e ações. No caso do "aspersor inteligente" que eu criei, o parâmetro que me interessava era o raio, e as ações, a sua reprodução no desenho, com a modificação prévia do valor do raio. Em termos técnicos: Parametros (Distance) e Ações (Array e Scale). Na Figura, este aspersor 'semente' é guardado numa paleta, na aba Blocos (criada por mim), e arrastada sempre que preciso para se fixar no início de um ramal formado por uma linha prévia. Como os raios variam, e a posição do ramal também, nas Propriedades do bloco, eu mudo a distância e indico, em graus, a direção do ramal. Agora, é só clicar na sua setinha (como a Arquiteta fez com a telha) e arrastá-la para baixo, até o final do ramal.

Como foi feito o bloco

A Figura ilustra as etapas do processo. Comecei com o desenho de um trecho de tubo alimentador (linha vertical), do qual saía um ramal (linha horizontal, do tamanho do raio), de cuja extremidade desenhei um círculo. Transformei-o em bloco com o comando Insert. O parâmetro Linear serviu para traçar o raio e as ações são os ícones identificados com um pequeno raio de trovão. O resultado é o desenho maior, com os 80 aspersores desenhados com apenas 8 (dos ramais) movimentos verticais do mouse.

 

Figura 1 - Aplicação de um Bloco Dinâmico num Projeto de Irrigação

Exibições: 31

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

© 2017   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Offline

Vídeo ao vivo