Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

UM 2016 DE LUTAS EM DEFESA DA AGRONOMIA E DO MEIO AMBIENTE

BEM VINDO 2016

QUE SEJA MAIS UM ANO DE LUTAS, SURPRESAS E ALEGRIAS

Ao percebermos o que realizamos até o momento, avaliemos se não estamos trilhando caminhos solitários,

Ao percebermos que nossas ideias são bem vistas, talvez possamos participar melhor das discussões,

Ao nos basearmos em nossas experiências temos referências seguras para guiar os passos que precisamos dar,

Ao nos relacionarmos com outras pessoas talvez não estejamos atentos as necessidades que elas tenham,

Ao nos sentirmos seguros dos nossos sentimentos somos capazes de transmitir o bem estar para quem está ao redor,

As nossas emoções podem estar tão fortes que podem nos criar dificuldades para mantermos a serenidade,

O desejo de encontrar a harmonia pode levar-nos a lugares próximos ou distantes e a encontrarmos pessoas e soluções,

Para que consigamos propor ideias que revolucionem é preciso nos prepararmos, pois podemos enfrentar oposição,

Pode existir a necessidade de vivermos uma aventura, pois a vida parece ser uma fonte inesgotável de possibilidades,

Quando nos responsabilizamos por nossas ações e pensamentos é mais fácil construirmos um  futuro que se aproxime dos nossos desejos,

Se precisarmos de ajuda, o que pode garantir que isto aconteça é pedirmos com delicadeza,

Os anos de 2014, eleitoral, e 2015, pós eleitoral, muito conturbados, foram além de todas as previsões. Arrogância e intolerância predominaram, desnecessariamente.

O grande capital, aliado dos grandes meios de comunicação, continuou tentando manipular a opinião pública. Conseguiu iludir, enganar, e em alguns momentos, nos confundir, jogando-nos uns contra os outros,

Tentaram interferir nas eleições, nacionais e estaduais. Até golpe tentaram. Mas não conseguiram esconder que sempre estiveram envolvidos com as falcatruas e com a corrupção, que não começaram agora, vem de muito tempo.

Manobras golpistas não resolvem problemas no mundo ou no Brasil. Alimentar o individualismo, o egoísmo e a intolerância, não resolve os problemas do Brasil.

Continuaremos defendendo a liberdade, a democracia, a redistribuição de renda, e a igualdade entre os povos e nações.

Apesar de tudo que vimos, sentimos, e vivemos, novos acontecimentos podem nos surpreender.

Em 2016, é

Tempo de buscar a sabedoria e a compreensão,

Tempo de saber falar e saber ouvir,

Tempo de compartilhar emoções,

Tempo de priorizar questões relevantes e reduzir o excesso de ansiedade,

Tempo de entender que o que procuramos pode estar no local onde já estamos,

Tempo de construções conjuntas,

Tempo de perceber mais os desejos das pessoas que estão ao nosso lado,

Tempo de reverter as situações adversas,

Tempo de satisfazer nossas necessidades respeitando nossos limites e os das outras pessoas,

Tempo de ser fiel aos nossos valores,

Tempo de termos iniciativa para realizarmos o que for necessário

Tempo de respeitar o meio ambiente,

Tempo de traçarmos objetivos que envolvam e atraiam outras pessoas.

Tempo de criarmos e usufruirmos das oportunidades    

Tempo de usufruirmos de nossas aptidões a serviço de um bom relacionamento.

Tempo de não jogar a responsabilidade apenas para o governos,  

Tempo de assumir as nossas responsabilidades como cidadãos,

Tempo de nos deixarmos surpreender e, assim, usufruirmos dos benefícios da liberdade, e da democracia.

Continuaremos nas lutas,   Buscando sempre um ano novo de felicidades para todos nós!

Jorge Cacá

27/12/2015

jorgagronomo@gmail.com

Exibições: 52

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

© 2019   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço