Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

Engo. Agro. José Luiz Viana do Couto

jviana@openlink.com.br

 

(Revista Época Negócios, Saneamento, janeiro2012, N. 59, pág. 36)

.

O maior programa de Saneamento Ambiental do litoral brasileiro, o Onda Limpa, da SABESP, realizou um investimento de R$ 2 bilhões nas 9 cidades da Baixada Santista e nos 4 municípios do Litoral Norte de São Paulo. Disso resultaram: 13 cidades que receberam obras do programa, 1.500 km de redes coletoras de esgoto, 14 ETEs, além de praias despoluídas. A coleta de esgotos subiu para 80% --- quase o dobro da média nacional de 47%.

.

A Figura abaixo é uma das 10 sugestões que eu apresentei pessoalmente ao CREA-RJ em janeiro do ano passado, com vistas a dinamizar a engenharia, arquitetura e agronomia no Brasil.

.

.

NO INTERIOR É MUITO PIOR

Na reportagem (de Beatriz Vichessi, de Marabá-PA e Rodrigo Ratier, de Barras-PI e Caxias-MA) “O banheiro da escola é ali, ó.”, publicada na revista Nova Escola (novaescola.org.br, N.248, pág.74), consta que na Escola Municipal São Gonçalo (em 2011, na zona rural de Caxias, cidade de 155 mil habitantes a 371 km de São Luís-MA) não há quadra, refeitório, laboratório de Ciências ou de informática, internet, telefone, esgoto ou água encanada. “Quando alguma criança está apertada”, conta Fernanda, “eu entrego o papel e digo para ir ali”. “Ali” é uma pequena clareira a 20 metros da escola, nos fundos do terreno, onde a capoeira encontra a mata e um amontoado de papéis usados e embalagens plásticas se acumulam. “Ali” é onde os alunos da EM São Gonçalo fazem suas necessidades. “Xixi e cocô”, confirma a professora.

.

O QUE NOS FALTA

Chegamos à 6ª. economia do mundo mas ainda lançamos os esgotos sem tratamento nos nossos rios. Mesmo sabendo que 82% das doenças conhecidas são de veiculação hídrica. Cuspimos pra cima, literalmente. Uma pena ! (ou uma lástima ?).

.

Mas, o que nos falta para remediar essa situação (dos esgotos)?

a)    Primeiramente, conhecimento. Apenas 30% dos brasileiros associam esgoto a doenças, revelou pesquisa feita no ano passado entre a população; os Prefeitos, inclusive;

b)   Depois vem a falta de vontade política já que, dizem, “canos enterrados não dão votos”; e

c)    Finalmente chegamos a quem deveria projetar os sistemas de esgotamento sanitário e o tratamento dos esgotos: os engenheiros. Poucos já tiveram oportunidade de projetar e traçar no papel uma rede. E mesmo esses, como eu, não contam com softwares adequados e de fácil acesso.

Assim, não dá ! [;)] 

Exibições: 76

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

© 2020   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço