Espaço de discussão sobre Agroenergia nos Estados e no Brasil.
45 Members

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Rede Agronomia.

Os comentários estão fechados.

Comentários

  • Simpósio no RS vai discutir alternativas para produção de biodiesel e etanol



    Soja, algodão, girassol e canola são as culturas indicadas para a produção de biodiesel e a cana-de-açúcar, para o etanol. Todas têm parecer favorável de implantação em diversas regiões do Rio Grande do Sul. O mercado é favorável, já que a demanda de consumo é crescente.


    Para tratar da produção, das novas tecnologias, demandas e do mercado consumidor, Pelotas vai sediar o 3º Simpósio Estadual de Agroenergia, que será realizado de 10 a 12 de agosto de 2010, na Embrapa Clima Temperado. O evento acontece paralelo à 3ª Reunião Técnica de Agroenergia, 10ª Reunião Técnica da Mandioca e 2ª da Batata-Doce, e é promovido pela Embrapa Clima Temperado, Emater/RS-Ascar, Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) e a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra).

    A cana ocupa cerca de 7 milhões de hectares ou cerca de 2% de toda a terra arável do Brasil, que é o maior produtor mundial, seguido por Índia, Tailândia e Austrália. As regiões de cultivo são Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Sul. No Rio Grande do Sul, atualmente são cultivados 2.100 hectares com cana, mas, de acordo com o Zoneamento Agroclimático da Cana-de-açúcar, a área apta para expansão do plantio é de 1.527.110 hectares, concentradas nas regiões Noroeste e Centro do Estado.

    BIODIESEL

    A diversificação é um dos grandes objetivos do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB). Em todas as condições edafoclimáticas do país há várias oleaginosas que podem ser usadas para a produção de biodiesel. Em 2006, 99% da produção era proveniente da soja, 0,04% da mamona e 0,9% de dendê. Em 2009, dados da Embrapa Agroenergia comprovaram aumento da diversificação. Atualmente, a soja corresponde a 80% da produção de biodiesel, seguido de 15% de sebo bovino e o restante de outras oleaginosas, como algodão e mamona. Para 2010, a perspectiva é de aumentar para 8% o percentual dessas alternativas.

    Em 2005, o Programa iniciou com a participação de cerca de 16 mil agricultores familiares. Para 2010, a perspectiva é de 109 mil em todo o país. O principal motivo para esse incremento foi a adoção do Selo Combustível Social, que incentiva a compra de matéria-prima de produtores familiares ou de suas associações e cooperativas. Atualmente, há 47 usinas produtoras de biodiesel, sendo que 31 têm o Selo Combustível Social.

    DEBATES

    Durante o Simpósio Estadual de Agroenergia, pesquisadores, técnicos, produtores, empresários, professores, acadêmicos e especialistas na área de agroenergia vão debater sobre os aspectos tecnológicos, industriais, mercadológicos e políticos relacionados ao desenvolvimento da cadeia de biocombustíveis no Estado e no país.

    As inscrições podem ser feitas até 5 de agosto de 2010. O valor é R$ 50,00 para estudantes e de R$ 150,00 para profissionais. O pagamento deve ser feito através de depósito bancário, no Banco do Brasil, Ag.3124-0, c/c 25376-6, em nome da Fapeg (Fundação de Apoio à Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário Edmundo Gastal).

    Para validar a participação, o comprovante de depósito deve ser encaminhado para o e-mail agroenergia2010@cpact.embrapa.br, ou via fax: (53) 3275-8220, informando o nome do inscrito.

    FONTE:

    Agrosoft - http://www.agrosoft.org.br/agropag/214763.htm

    Emater/RS-Ascar
    Adriane Bertoglio Rodrigues - Jornalista
    Telefone: (51) 2125-3106

    Embrapa Clima Temperado
    Christiane Congro - Jornalista
    Telefone: (53) 3275-8113

  • Pinhão manso em audiência pública no Congresso Nacional (05/06/2009)
    Com objetivo de discutir alternativas utilizando pinhão manso para produção de biodiesel, será realizada na terça-feira (9), às 9h30, audiência pública no Congresso Nacional da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária, requerida pelo Senador Valter Pereira. A Embrapa Agroenergia, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento representará a empresa nesta audiência.

    O Chefe-geral da Embrapa Agroenergia, Frederico Durães explanará aos senadores e convidados sobre as estratégias de pesquisa da empresa para viabilizar a cultura do pinhão manso como uma opção de matéria prima para o Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel.

    O pinhão manso é uma espécie não alimentar com alto potencial de rendimento de óleo. A oleaginosa possui, também, características compatíveis com o perfil da agricultura familiar, pois é perene, dependente de mão-de-obra e os espaçamentos adotados permitem, nos primeiros anos de cultivo, o consórcio com outras culturas, podendo se produzir em uma mesma área energia e alimento.

    A participação foi articulada pela Assessoria de Relações Nacionais (ARN) da Embrapa, que está atenta às questões em debate no Congresso Nacional. “Sempre que identificamos um tema que possa ter a contribuição dos resultados de pesquisa da Embrapa, procuramos inserir a empresa neste contexto, visando à colaboração do conhecimento gerado na elaboração de políticas públicas”, diz Cynthia Cury, coordenadora da Coordenadoria de Articulação Política desta Assessoria.

    Além da Embrapa, também participarão o Ministério do Desenvolvimento Agrário, a Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Brasil Bioenergia S.A..

    Daniela Garcia Collares (MTb/114/01 RR)
    Embrapa Agroenergia
    E-mail: daniela.collares@embrapa.br
    Estagiário: Leonardo Ferreira
  • FOTOS DIVERSAS DO ENCONTRO ESTADUAL DE AGRONERGIA - RJ
  • Carlos Minc, Arivaldo Viana, Agostinho Guerreiro, Segundo Urquiaga, Aluisio Granato, Luciano Bastos
  • Participantes atentos no auditorio do Crea-RJ
  • Felipe Brasil, Jorge Antonio e Sergio Cenci
  • Publico presente
  • Mesa Redonda - José C Miragaia, Felipe Brasil, André Vieira, Justino Antonio, Celso Manzatto
This reply was deleted.

Febre do pinhao manso em México.

Antes de escrever sobre minha experiência pessoal em cultura do pinhao manso gostaria de jogar esta história publicada em 2 de Março em site do ciência do jornal La Jornada (http://ciencias.jornada.com.mx/ciencias/investigacion/ciencias-quimicas-y-de-la-vida/investigacion/la-fiebre-de-plantaciones-para-biodiesel-de-jatropha).   Os autores são pesquisadores da bioenergia e fornecer alguns pontos que muitos projectos desta cultura não se considerando. Por sugestão do Gilberto Fugimoto reproduzo o…

Saiba mais…
0 respostas