Rede Agronomia

Rede dos Engenheiros Agrônomos do Brasil

O Globo Rural de hoje nos apresentou uma novidade, que em breve estará disponível e pode aumentar a nossa produtividade agrícola: o uso de uma substância (Arbolina) usada sob a forma de spray e que, no momento, custa R$ 130,00 o litro e que, diluída em água, dá para fazer, em média, 3 aplicações em um hectare.

Pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) desenvolveram uma substância que ajuda as plantas a produzir mais e a resistir à seca. A substância é uma partícula minúscula, invisível a olho nu, que, diluída em água, forma um estimulante para a planta: a arbolina, que os pesquisadores estudam há 7 anos em laboratórios de nanotecnologia. (1)

Como funciona

Aplicada na planta, a substância entra rapidamente dentro das células. O produto age de duas maneias: converte raios ultravioletas do sol – que são nocivos às plantas – em luz azul, que melhora fotossíntese e, por consequência, o desenvolvimento de diversas culturas.

Além disso, a arbolina deixa a planta mais tolerante à falta de água. “Ela ajuda a ter um consumo eficiente da água, ela reduz a transpiração e isso faz com que necessite de menos água para manter seus processos metabólicos”, diz Rogério.

Em pesquisa de campo em Brasília – DF, a comparação entre os tomateiros que sofreram com falta de água, aqueles que receberam a nanopartícula tiveram uma produtividade 17% maior.

No mesmo experimento foram comparadas plantas que receberam irrigação normal com e sem arbolina. Resultado: ganho de produtividade de 21% com o uso do bioestimulante.

Para os pesquisadores, esses resultados mostram que o produto pode ajudar a produzir em regiões que sofrem com a seca.

REF.: [1]

https://g1.globo.com/economia/agronegocios/globo-rural/noticia/2020...

[2] www.krilltech.com.br

Exibições: 1878

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede Agronomia para adicionar comentários!

Entrar em Rede Agronomia

© 2021   Criado por Gilberto Fugimoto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço